João Ernesto IV, Duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld

aristocrata alemão

João Ernesto de Saxe-Coburgo-Saalfeld (22 de agosto de 1658 - 17 de fevereiro de 1729) foi um duque do estado de Saxe-Coburgo-Saalfeld.

João Ernesto IV de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Período 1699–1729
Antecessor(a) Ernesto I de Saxe-Gota
Sucessor(a) Cristiano Ernesto II de Saxe-Coburgo-Saalfeld
 
Cônjuge Sofia Edviges de Saxe-Merseburgo
Carlota Joana de Waldeck-Wildungen
Descendência Cristiana Sofia de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Filha natimorta
Cristiano Ernesto II de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Carlota Guilhermina de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Filho natimorto
Guilherme Frederico de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Carlos Ernesto de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Sofia Guilhermina de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Henriqueta Albertina de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Luísa Emília de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Carlota de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Francisco Josias de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Henriqueta Albertina de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Nascimento 22 de agosto de 1658
  Gota, Saxe-Gota, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 17 de fevereiro de 1729 (70 anos)
  Saalfeld, Saxe-Coburgo-Saalfeld, Sacro Império Romano-Germânico
Pai Ernesto I de Saxe-Gota
Mãe Isabel Sofia de Saxe-Altemburgo

BiografiaEditar

Era o décimo filho, mas sétimo a chegar à idade adulta do duque Ernesto I de Saxe-Gota e da duquesa Isabel Sofia de Saxe-Altemburgo.

Após a morte do seu pai em 1675, João Ernesto inicialmente governou o ducado de Saxe-Gota-Altemburgo em conjunto com os seus seis irmãos mais velhos, como ditava o testamento do seu pai. Contudo, em 1680, os irmãos concluíram um tratado que dividia os territórios do pai e João Ernesto tornou-se duque de Saxe-Saalfeld com as cidades de Gräfenthal, Probstzella e Pössneck. Uma vez que era o irmão mais novo, ficou com menos território. João Ernesto e o seu irmão Ernesto ficaram rapidamente numa situação financeira complicada devido ao resultado da partição (o rendimento do seu irmão mais velho, Frederico, era muito maior do que os seus) e ambos decidiram protestar. Nos anos que se seguiram, a controvérsia continuou e aumentou uma vez que três dos seus irmãos mais velhos, Alberto de Saxe-Coburgo, Henrique de Saxe-Römhild e Cristiano de Saxe-Eisenberg, morreram sem deixar descendentes. Após a morte dos irmãos, João Ernesto ficou com Coburgo (em 1699) e 5/12 de Themar (em 1714).

O "Coburg-Eisenberg-Römhilder Erbstreit" ficou finalmente resolvido (depois de o sacro-imperador intervir e arbitrar o conflito diversas vezes) em 1735, seis anos depois da morte de João Ernesto. Os seus descendentes ficaram com Coburgo. A decisão foi aceite de forma geral, principalmente pelos descendentes do seu irmão mais velho, Bernardo, que também tinham reclamado Coburgo.

Casamentos e descendênciaEditar

João Ernesto casou-se pela primeira vez a 18 de Fevereiro de 1680, em Merseburgo, com a duquesa Sofia Edviges de Saxe-Merseburgo, filha do duque Cristiano I de Saxe-Merseburgo. Tiveram cinco filhos:

  1. Cristiana Sofia de Saxe-Coburgo-Saalfeld (14 de junho de 16813 de junho de 1697), morreu aos treze anos de idade.
  2. Filha natimorta (nascida e morta a 6 de maio de 1682).
  3. Cristiano Ernesto II de Saxe-Coburgo-Saalfeld (18 de agosto de 16834 de setembro de 1745), casado com Christiane Fredericka de Koss; sem descendência.
  4. Carlota Guilhermina de Saxe-Coburgo-Saalfeld (4 de maio de 16855 de abril de 1767), casada com o conde Filipe Ricardo de Hanau-Münzenberg; sem descendência.
  5. Filho natimorto (2 de agosto de 1686).

Sofia Edviges morreu ao dar à luz o seu último filho, um bebé que nasceu morto, em 1686. Quatro anos depois, a 2 de Dezembro de 1690, em Maastricht, João Ernesto voltou a casar-se, desta vez com a condessa Carlota Joana de Waldeck-Wildungen. Juntos tiveram oito filhos:

  1. Guilherme Frederico de Saxe-Coburgo-Saalfeld (16 de agosto de 169128 de julho de 1720), morreu aos vinte-e-oito anos de idade solteiro e sem descendência.
  2. Carlos Ernesto de Saxe-Coburgo-Saalfeld (12 de setembro de 169230 de dezembro de 1720), morreu aos vinte-e-oito anos de idade, solteiro e sem descendência.
  3. Sofia Guilhermina de Saxe-Coburgo-Saalfeld (9 de agosto de 16934 de dezembro de 1727), casada com o príncipe Frederico António de Schwarzburg-Rudolstadt; com descendência.
  4. Henriqueta Albertina de Saxe-Coburgo-Saalfeld (8 de julho de 16941 de abril de 1695), morreu aos oito meses de idade.
  5. Luísa Emília de Saxe-Coburgo-Saalfeld (24 de agosto de 169521 de agosto de 1713), morreu aos dezassete anos de idade, solteira e sem descendência.
  6. Carlota de Saxe-Coburgo-Saalfeld (30 de outubro de 16962 de novembro de 1696), morreu com três dias de idade.
  7. Francisco Josias de Saxe-Coburgo-Saalfeld (25 de setembro de 169716 de setembro de 1764), casado com a princesa Ana Sofia de Schwarzburg-Rudolstadt; com descendência.
  8. Henriqueta Albertina de Saxe-Coburgo-Saalfeld (20 de novembro de 16985 de fevereiro de 1728), morreu aos vinte-e-nove anos de idade, solteira e sem descendência.

GenealogiaEditar

Os antepassados de João Ernesto IV de Saxe-Coburgo-Saalfeld em três gerações[1]
João Ernesto IV de Saxe-Coburgo-Saalfeld Pai:
Ernesto I de Saxe-Gota
Avô paterno:
João II, Duque de Saxe-Weimar
Bisavô paterno:
João Guilherme, Duque de Saxe-Weimar
Bisavó paterna:
Doroteia Susana do Palatinado-Simmern
Avó paterna:
Doroteia Maria de Anhalt
Bisavô paterno:
Joaquim Ernesto, Príncipe de Anhalt
Bisavó paterna:
Leonor de Württemberg
Mãe:
Isabel Sofia de Saxe-Altemburgo
Avô materno:
Isabel de Brunswick-Wolfenbüttel
Bisavô materno:
Henrique Júlio de Brunswick-Wolfenbüttel
Bisavó materna:
Isabel da Dinamarca
Avó materna:
João Filipe de Saxe-Altemburgo
Bisavô materno:
Frederico Guilherme I de Saxe-Weimar
Bisavó materna:
Maria Ana de Neuburg

Referências

  1. The Peerage, consultado a 26 de fevereiro de 2013

BibliografiaEditar

  • Carl-Christian Dressel: Die Entwicklung von Verfassung und Verwaltung in Sachsen-Coburg 1800 - 1826 im Vergleich. Duncker & Humblot Berlin 2007, ISBN 978-3-428-12003-1.
  • Ernst Wülcker: Johann Ernst (Herzog von Sachsen-Coburg-Saalfeld). In: Allgemeine Deutsche Biographie (ADB). vol XIV. Duncker & Humblot, Leipzig 1881, pp. 372–374.
  • Jahrbuch fur Europäische Geschichte 2007, vol. VIII, Oldenbourg Wissenschaftsverlag, 2007, p. 104. (Online[ligação inativa])
  • Johann Samuel Ersch, Allgemeine Encyclopädie der Wissenschaften und Künste, secção 21, Leipzig, 1842, p. 254. (Online)