Abrir menu principal
João Guterres
Bispo da Igreja Católica
Bispo de Lisboa
Bispo de Dax
Ordenação e nomeação
Nomeação episcopal 10 de abril de 1380[1]
Dados pessoais
Nascimento Castela
????
Morte 1393
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

João Guterres, também conhecido como Juan Guteritz (???? - 1393), foi um prelado de origem castelhana. Foi deão de Segóvia, bispo de Dax e de Lisboa, nomeado pelo Papa de Roma, durante o Grande Cisma do Ocidente[1]. Ele foi forçado a abandonar a Sé de Lisboa de 1382 e conseguiu com grande dificuldade prevalecer na cidade de Dax contra a sé titular de Jean Bauffès, da obediência de Avinhão[1].

Índice

BiografiaEditar

Deão de Segóvia, Juan Guteritz acessa os meandros da diplomacia a serviço de Pedro, o Cruel: é assim que testemunha a assinatura entre seu mestre e João de Gante, Duque de Lancaster, de um tratado de assistência mútua em Libourne em 13 de setembro de 1366[1]. Quando Juan Guteritz perde seu patrono depois da batalha de Montiel, em 14 de março de 1369, ele se vira para João de Gante. Ele trabalhou como diplomata a serviço de Eduardo III de Lancaster em 1373 no Flandres, na Península Ibérica, na Bretanha e na Aquitânia[1].

Quando o Grande Cisma do Ocidente começou, sua experiência e sua rede de relacionamentos o designaram para defender os interesses do papado romano na Aquitânia anglo-gasconha[1]. Logo promovido a sé de Dax contra Jean Bauffès, um protegido de Carlos II de Navarra, Juan Guteritz obteve sua transferência para a Diocese de Lisboa[1], que o Conde de Cambridge estava prestes a conquistar pela força das armas: a empresa falhou, então Juan Guteritz usou seus esforços, a partir de 1382, para tomar posse de sua primeira sé contra Jean Bauffès. Ela mobiliza o poder dos oficiais do ducado anglo-gascão de Guyenne e baseia-se na ordem de Gloucester, intimando em novembro de 1378 a todos os sujeitos à Coroa Inglesa a obedecer ao papa de Roma[1]. Fica sem o controle das partes norte e sul de sua diocese, nos territórios sob o domínio de Albret e Carlos II de Navarra, localizadas respectivamente nos reinos da França e Navarra no final da década de 1380[1].

Se Juan Guteritz realmente se estabeleceu em sua diocese, fazendo aqui e ali algumas arbitragens, continua no entanto a realizar embaixadas, particularmente em Castela, com o duplo título de embaixador do duque de Lancaster e de núncio papal de Roma[1]. Em 1390 acompanhado pelo Arcebispo de Bordeaux Francesco Uguccione e do senescal da Aquitânia William Lescrop ele negociou a paz entre o Duque de Lancaster e João I de Castela[1]; a filha do primeiro, Catarina, casou-se com o filho e herdeiro do segundo, Henrique[1]. Foi responsável por colocar fim nas disputas entre os descendentes de Pedro, o Cruel e Henrique de Trastâmara. Como núncio de Bonifácio IX, no entanto, sua missão estaria condenada ao fracasso: longe de Henrique para converter a obediência romana, ele vê Catarina aderir à Avinhão[1].

Ligações externasEditar

Referências

BibliografiaEditar

  • Hugues Labarthe, Un espace-frontière au défi d'une crise internationale (Grand Schisme d'Occident - Gascogne, 1370-1430), thèse d'histoire médiévale soutenue le 28 nov. 2009 à Toulouse-II, en cours de publication.
Precedido por
Jean de Hanecourt
 
Bispo de Dax

13821393
(em oposição a
Jean Bauffès)
Sucedido por
Pierre Troselli
Precedido por
João de Agoult
 
Bispo de Lisboa

13811382
(em oposição a
Martinho de Zamora)
Sucedido por
João Anes