Abrir menu principal
João José de Moura Magalhães
Nascimento 1790
Morte 1850 (60 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação político

João José de Moura Magalhães (179014 de março de 1850) foi magistrado e político brasileiro.

BiografiaEditar

Foi presidente das províncias da Paraíba, de 12 de dezembro de 1838 a 17 de março de 1839, do Maranhão por três vezes, de 17 de maio a 4 de outubro de 1844, de 23 de outubro a 14 de dezembro de 1844 e de 17 de novembro de 1845 a 4 de abril de 1846, e da Bahia, de 21 de setembro de 1847 a 14 de abril de 1848.

Recebeu a comenda da Imperial Ordem de Cristo por decreto de 18 de julho de 1841[1].

Foi nomeado desembargador da Relação de Pernambuco por decreto de 21 de junho de 1845[2], mas não assumiu o cargo. Foi transferido para a Relação da Bahia em 5 de setembro de 1846[3].

Agraciado com o título de conselheiro de Sua Majestade em 25 de março de 1849[4].

Faleceu vítima da epidemia de febre amarela que assolava o Rio de Janeiro[5], para onde se deslocara a fim de assumir seu mandato como deputado à Assembleia Geral. Seu corpo foi sepultado na igreja do Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro[6]. Assumiu a vaga na Assembleia o suplente José Ferreira Souto[7].

Foi casado com Laurentina Constança Tavares de Moura, a quem deixou viúva[8].

Referências

Ligações externasEditar