João Maier

professor académico alemão

João Maier ou João Eck (Johannes Eck ou Johannes Mayer, ou Johann Maier ou Johann Maier von Eck) (Egg an der Günz, 13 de novembro de 1486 - Ingolstádio, 13 de fevereiro 1543) foi um teólogo católico, vice-chanceler da Universidade de Ingolstádio. Defensor do catolicismo e adversário de Martinho Lutero. Refutou as suas teses na obra Obelisci e com ele debateu por três semanas na célebre disputa de Lípsia.[1]

João Maier
Nascimento 13 de novembro de 1486
Egg an der Günz
Morte 13 de fevereiro de 1543
Ingolstadt
Cidadania Alemanha
Alma mater
Ocupação teólogo, tradutor, professor universitário, comentador
Empregador Universidade de Ingolstadt, Universidade de Munique
Religião Igreja Católica

ObrasEditar

  • Enchiridion locorum communium adversus Lutherum et alios hostes ecclesiae (em Latin), 1536 .
  • Eck, Johannes; Smeling, Tilmann, Fraenkel, Pierre, ed., Enchiridion locorum communium adversus Lutherum et alios hostes ecclesiae [Enchiridion (i.e., handbook or manual) of Commonplaces against Luther and other Enemies of the Church: with the additions by Tilmann Smeling], Corpus Catholicorum: Werke katholischer Schriftsteller im Zeitalter der Glaubensspaltung. Works of Catholic authors in the Time of the Splitting of the Faith (em Latin), 34, pp. 1525–2543 .
  • Lewis Battles, Ford (transl.) (1979), Enchiridion of Commonplaces..., ISBN 978-0-8010-3352-0, Grand Rapids, MI: Baker Book House .

Notas e referênciasEditar

  1. CÂMARA, Jaime de Barros. Apontamentos de História Eclesiástica. Petrópolis: Vozes, 1957, 3a. ed. p. 234