Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
João Mineiro & Marciano
Informação geral
Origem Brasil
País  Brasil
Gênero(s) Música sertaneja, música romântica
Período em atividade 19731993
Gravadora(s) PolyGram (atual Universal Music), Copacabana (divisão da EMI Music Brasil)
Integrantes José Marciano - primeira voz
João Mineiro - segunda voz
Página oficial [1]
http://www.marciano.art.br/

João Sant'Ângelo e José Marciano, ou simplesmente João Mineiro e Marciano foi uma dupla de músicos brasileiros do estilo sertanejo. Fizeram sucesso nos anos 80, tendo um programa na TV, mas separaram em 1993.

História da duplaEditar

A dupla sertaneja João Mineiro e Marciano teve início em 1970 após João Mineiro desfazer uma parceria que já durava 8 anos com a dupla João Mineiro e Zé Goiás tendo a sorte de encontrar José Marciano, que planejava formar uma dupla sertaneja voltada para a música romântica.

O primeiro álbum, da então dupla recém-formada, foi lançado em 1973 pela gravadora Chororó Discos, e obteve sucesso com as músicas: “Filha de Jesus” e “Chovisco da Madrugada”, em parceria com o poeta Goiá a prensagem do disco foi paga por João Mineiro.

Em 1986 devido ao sucesso, e também ao fato de que a música sertaneja ser muito tocada no Brasil, começaram a apresentar aos domingos o programa de TV "João Mineiro e Marciano Especial" no SBT, nas manhãs de domingo, no qual cantavam e recebiam convidados.

Apesar da carreira bem sucedida até aquele momento, e fazendo turnê nos Estados Unidos em 1990, gravando disco em espanhol em 1991, e lançando o disco “Dois Apaixonados”, a dupla se desfez em 1993, por razões ainda não muito esclarecidas, fazendo desse disco o último da carreira dos dois, mas existem rumores de que existia uma briga judicial entre eles.

Após a separação em 1993 João Mineiro formou a duplas como João Mineiro e Marino e João Mineiro e Marcian (sem o "O" no final). Ambas as formações gravaram um disco apenas. A dupla que se consolidou foi João Mineiro e Marciano. Essa parceria manteve-se até o dia 24 de Março de 2012, quando faleceu João Mineiro. Mariano seguiu carreira solo e posteriormente com seu filho que passou a utilizar o nome João Moreno.

Em 2008, João Mineiro & Mariano, realizaram turnê pelo Brasil e estariam preparando um DVD com a participação de grandes nomes, como Milionário & José Rico, Teodoro & Sampaio, Cezar & Paulinho e outros. O DVD (intitulado “Coração não Cansa”) conteria quatro músicas inéditas.

Morte de João MineiroEditar

No dia 24 de março, de 2012, uma noite de sábado, João Sant'Angelo, o João Mineiro, falecia em sua casa em Campo Limpo Paulista depois de passar mal e vindo a ter uma parada cardíaca, depois de complicações devido a uma cirurgia de vesícula. Ele sofria de Diabetes e estava internado em Jundiaí, onde foi velado até às 16:30 horas e depois levado para sua cidade natal Andradas Sul de Minas Gerais.

Marciano na ocasião se apresentava na cidade de Ipuã, como parte da comemoração do aniversário da cidade, quando soube da notícia do falecimento do ex parceiro, interrompendo o show para poder levar as condolências à família de João Mineiro.

A dupla fazia parceria com a João Mineiro e Marciano[ligação inativa] através do site[1]

Morte de José MarcianoEditar

Em 18 de Janeiro de 2019, O inimitável, como era conhecido José Marciano, faleceu devido a um infarto agudo do miocárdio (infarto fulminante) em sua casa em São Caetano do Sul, São Paulo. O músico tinha 67 anos.

IntegrantesEditar

DiscografiaEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. João Mineiro e Marciano

[4] Facebook Pra Sempre Sertanejo