Abrir menu principal
João da Mata Machado
Dados pessoais
Nascimento 14 de novembro de 1850
Diamantina, Minas Gerais
Morte 6 de fevereiro de 1901 (50 anos)
Belo Horizonte, Minas Gerais
Partido Partido Liberal
Profissão médico
Constituição brasileira de 1891, página da assinatura de João da Mata Machado (terceira assinatura). Acervo Arquivo Nacional

João da Mata Machado (Diamantina, 14 de novembro de 1850Belo Horizonte, 6 de fevereiro de 1901) foi um médico e político brasileiro.

BiografiaEditar

Filho de João da Mata Machado e Amélia Senhorinha Caldeira Brant. É o filho mais velho de uma família de 8 irmãos. Casou-se com Luiza Bessa, filha do Comendador Manoel José Bessa e de Maria Constança Bessa. Foi para o Rio de Janeiro para o Colégio Santo Antônio. Formou-se na Faculdade de Medicina da Corte. Abriu um consultório médico em sua cidade natal. Foi provedor do Hospital de Santa Isabel.

Na política, foi eleito deputado provincial de Minas Gerais em 1878 a 1879, Foi eleito deputado geral nos seguintes períodos: 1882 a 1884, 1886 a 1889 e 1891 a 1901. Foi ministro dos Negócios Estrangeiros, de 6 de junho a 22 de dezembro de 1884, e primeiro presidente da Câmara dos Deputados na história da república brasileira, de junho a outubro de 1891, abolicionista e conselheiro de Dom Pedro II. Também convenceu o imperador a mudar a proposta sobre a região das Missões, um litígio com a Argentina, trazendo uma solução arbitral, garantindo aos brasileiros as terras que possuem no sul do Brasil.

Na iniciativa privada, foi diretor do Banco Construtor.

FamíliaEditar

Referências

Ligações externasEditar