Abrir menu principal
Joaquim Costa
Acetato do sucesso "Tutti Frutti", produzido por Joaquim Costa em 1959.
Nascimento 1936
Portugal
Morte 15 de fevereiro de 2008 (72 anos)
Portugal
Cidadania Portugal
Ocupação cantor

Joaquim Costa, conhecido como "o Elvis de Campolide"[1] (1936 - 15 de fevereiro de 2008) foi um músico português, considerado como uma lenda, o avô do rock português.[2][3]

BiografiaEditar

Na década de 50, actuou nas festas organizadas pelo realizador Leitão de Barros no Jardim da Estrela, nas noites de Verão, a primeira vez que o rock foi divulgado em Portugal. Com o dinheiro ganho nessas festas, Joaquim Costa financiou sessões no estúdio da Rádio Graça, fez três acetatos, e criou as capas dos discos, inéditas até ao ano em que morreu.[2]

Na década de 1970, integrou com José Gouveia o "Duo Jotas", chegando a gravar músicas na Rádio Renascença, embora as gravações se tenham perdido.[1]

Em meados dos anos 1990, associado a Elsa Pires, lançou o álbum "Teenagers from Outerspace", pela editora Beekeeper.[2]

Segundo Edgar Raposo, fundador da Groovie Records, vizinho de Joaquim Costa, "o Joaquim foi um punk na atitude ‘do-it-yourself', na rebeldia, no anti-sistema. Dizia que o rock era para ser cantado em inglês, que cantar rock em português era uma palhaçada. Tinha uma opinião muito própria e um conhecimento muito vasto sobre a história do rock'n'roll.". Edgar Raposo actualmente trabalha com Pedro Carvalho Costa num documentário sobre o músico.[2]

Em 2007, actuou no Maxime (Lisboa), em Lisboa, em conjunto com os músicos dos WrayGunn, Paulo Furtado ("Tiger Man", no seu projecto a solo), e Pedro Pinto e Pedro Gonçalves, baixista dos Dead Combo.[3]

Joaquim Costa nunca quis ser músico profissional. Foi electricista, ajudante de electricista, e distribuidor de listas telefónicas, recusando-se sempre a viver do rock. Casou com Piedade Maria, com quem constituiu família, com filhos e netos. Teve o primeiro disco publicado em 2008, pela Groovy Records, com grande sucesso.[1] Morreu nesse ano, aos 72 anos de idade.[2]

Referências

  1. a b c «SIC Notícias | Joaquim Costa, o Elvis de Campolide». SIC Notícias. 4 de Janeiro de 2008. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  2. a b c d e «A lenda do rock português existiu mesmo». PÚBLICO. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  3. a b «Expresso | Avô do rock português dá concerto aos 72 anos». Jornal Expresso. Consultado em 28 de Agosto de 2017 
  Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.