Joaquim José de Santana

político brasileiro
Disambig grey.svg Nota: Se procura por político de Santa Catarina, veja Joaquim José de Santana (prefeito de Tijucas).

Joaquim José de Santana (18001879) foi um político brasileiro.

O Cônego Joaquim José de Santana, em pintura de 1881 (Museu da Inconfidência)

Foi nomeado 2º vice-presidente da província de Minas Gerais, por carta imperial de 26 de fevereiro de 1866, tendo assumido a presidência interinamente por cinco vezes, de 24 de março de 1866 a 18 de outubro de 1866, 8 de novembro de 1878 a 5 de janeiro de 1879, de 26 de dezembro de 1879 a 22 de janeiro de 1880, de 24 de abril a 30 de dezembro de 1880, e de 12 de dezembro de 1881 a 31 de março de 1882.[1]

Referências

  1. Galvão, Miguel Archanjo (1894). Relação dos cidadãos que tomaram parte no governo do Brazil no periodo de março de 1808 a 15 de novembre de 1889. Rio de Janeiro: Imprensa nacional. pp. 86–87 

Ligações externasEditar


Precedido por
Joaquim Saldanha Marinho
Presidente da província de Minas Gerais
1866
Sucedido por
Joaquim Saldanha Marinho
Precedido por
Francisco de Paula da Silveira Lobo
Presidente da província de Minas Gerais
1878 — 1879
Sucedido por
Manuel José Gomes Rebelo Horta
Precedido por
Manuel José Gomes Rebelo Horta
Presidente da província de Minas Gerais
1879 — 1880
Sucedido por
Graciliano Aristides do Prado Pimentel
Precedido por
Graciliano Aristides do Prado Pimentel
Presidente da província de Minas Gerais
1880
Sucedido por
José Francisco Neto
Precedido por
João Florentino Meira de Vasconcelos
Presidente da província de Minas Gerais
1881 — 1882
Sucedido por
Teófilo Benedito Ottoni


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.