Joelma 23.º Andar

filme de 1979 dirigido por Clery Cunha
(Redirecionado de Joelma 23º Andar)

Joelma 23° Andar é um filme brasileiro de 1979, do gênero drama, dirigido por Clery Cunha e protagonizado por Beth Goulart, no papel de Lucimar.[1]

Joelma, Vigésimo Terceiro Andar
 Brasil
1979 •  cor •  80 min 
Direção Clery Cunha
Produção Produções Cinematográficas Souza Lima
Roteiro Dulce Santucci
Chico Xavier
Elenco Beth Goulart
Liana Duval
Vilma Camargo
Chico Xavier
Ed Carlos
Género drama
Distribuição Brasil Internacional Cinematográfica
Lançamento 12/04/1980
Idioma português

Baseado em Somos Seis, obra psicografada pelo médium Chico Xavier, foi o primeiro filme brasileiro com temática espírita e o único que retratou o trágico incêndio do Edifício Joelma, que deixou 191 mortos e mais de 300 feridos, no dia 1° de fevereiro de 1974.[2][3]

SinopseEditar

A jovem Lucimar (Beth Goulart) e seu irmão Alfredo trabalham num dos escritórios do edifício, em São Paulo. No incêndio, Lucimar morre e Alfredo sobrevive. Dona Lucinda, a mãe de Lucimar, entra em depressão com a perda. Aconselhada por amigos, procura o médium Chico Xavier em busca de uma mensagem do outro mundo.[4]

ElencoEditar

  • Beth Goulart - Lucimar
  • Liana Duval - Lucinda
  • Vilma Camargo
  • Ugo Canessa
  • Ed Carlos
  • Oswaldo Cirillo
  • Henrique Verona Cristófani
  • Marly de Fátima
  • Valdemar de Lima
  • Ivo de Oliveira
  • Thiago Fabris
  • Paulo Farah
  • João Abraão Felício
  • Maria Ferreira
  • Márcia Fraga
  • Lilian Gonçalves
  • Castor Guerra
  • Ruy Leal
  • Landa Lopes
  • Carlos Marques
  • Paulo Mustafá
  • Antônio Pettan
  • Daniele Rodrigues
  • Lourenço Luís Sanches
  • Oricema Silveira
  • Malu Stein
  • Alvamar Taddei
  • Chico Xavier - Ele mesmo

A História RealEditar

No edifício, alugado ao Banco Crefisul, a processadora de dados Volquimar Carvalho dos Santos (no filme, ela é chamada Lucimar), de 21 anos, e seu irmão, Álvaro, que eram de uma família espírita.[5]

Sexta-feira, 1° de fevereiro de 1974, 8h, Volquimar vai para o trabalho ansiosa, pois na segunda-feira seguinte pretendia se inscrever no curso de Letras, na USP. 45 minutos depois, um condicionador de ar do 12° andar entrou em curto-circuito e causou um incêndio, que se alastrou por todo o edifício, causando a morte de muitas pessoas, por queimadura, asfixia ou precipitação ao solo. Álvaro sobrevive, mas Volquimar não. Horas depois, Ele vai ao Instituto Médico Legal e reconhece o corpo da irmã, mas não tem coragem para contar à mãe.

Walkyria Farias, mãe de Volquimar, interpretada no filme como Lucinda, vai até a 'Casa da Prece', de Chico Xavier, para falar com a filha. Na primeira vez, Volquimar pede pelo cartão do alfabeto, que a família usava para comunicação com espíritos, e marca o dia 13 de julho para um retorno. Com o auxílio do avô, escreve a carta e assina 5 vezes a fim de mostrar a autenticidade da mensagem.

Na véspera da entrevista ao Linha Direta Mistério, sobre a maldição do Joelma, Volquimar conversa com a mãe e diz que iria ajudá-la em todas as perguntas.[6]

Referências

  1. AdoroCinema, Joelma 23º Andar, consultado em 18 de abril de 2021 
  2. «FILMOGRAFIA - JOELMA 23§ ANDAR». bases.cinemateca.gov.br. Consultado em 18 de abril de 2021 
  3. «Veja outros filmes envolvendo tragédias - Joelma 23 Andar». O Globo. Consultado em 18 de abril de 2021 
  4. Centamori, Vanessa (5 de maio de 2020). «Um dos casos mais famosos de Chico Xavier: conheça Volquimar Santos, vítima da tragédia do Edifício Joelma». Aventuras na História. Consultado em 18 de abril de 2021 
  5. «Linha Direta - Mistério - Envolvidos - Rede Globo». redeglobo.globo.com. Consultado em 18 de abril de 2021 
  6. Ferrari, Wallacy (18 de junho de 2020). «De lenda macabra a calor de 900 graus: 5 curiosidades sobre o incêndio do Edifício Joelma». Aventuras na História. Consultado em 18 de abril de 2021