Abrir menu principal
José Beniste
Cidadania Brasil
Ocupação historiador

José Beniste é um historiador e pesquisador brasileiro que estuda questões ligadas a cultos de raízes africanistas, tendo se iniciado no Candomblé Ketu no ano de 1984,[1] pela Iyalorixá Mãe Cantu de Airá Tola do Ilê Axé Opó Afonjá.

BiografiaEditar

Beniste fundou em 1982 o curso Brasil-Nigéria de língua yorubá, sob os auspícios do cônsul da Nigéria, Alhaji Muhammadu Fufore, ministrando aulas de língua yorubá e cultura religiosa. Historiador e pesquisador, é integrante de movimentos que visam à restauração da dignidade religiosa Afro-Brasileira e mantém uma vasta documentação sobre a história do candomblé no Brasil e demais segmentos religiosos, com literatura especializada e centenas de gravações e depoimentos. Em 1970, criou um modelo de radiodifusão educativa, com o programa cultural afro-brasileiro, colocado a serviço das religiões afro-brasileiras em seus variados aspectos. Com isto, foi construído um acervo gravado das mais legítimas expressões ligadas à religiosidade, que constantemente é consultado pro estudiosos do assunto.

LivrosEditar

Dentre os livros publicados pelo autor, constam:[2]

  • Òrun Áiyé - O encontro de dois mundos, Editora Bertrand Brasil - 1997 ISBN 85-286-0614-7
  • Jogo de Búzios - Um encontro com o desconhecido, Editora Bertrand Brasil - 1999 ISBN 85-286-0614-7
  • As águas de Oxalá - Áwon omi Òsàlá, Editora Bertrand Brasil - 2001 ISBN 85-286-0965-0
  • Mitos Yorubás - O Outro Lado do Conhecimento, Editora Bertrand Brasil - 2006 ISBN 85-286-0918-9
  • Dicionário Yorubá Português, Editora Bertrand Brasil - 2011 ISBN 85-286-1522-7

Referências

  1. «Grupo Editorial Record». www.record.com.br. Consultado em 28 de setembro de 2018 
  2. «Grupo Editorial Record». www.record.com.br. Consultado em 28 de setembro de 2018 
  Este artigo sobre candomblé é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.