Abrir menu principal

José Correia de Lima

Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
José Correia de Lima
Nascimento 1814
Rio de Janeiro
Morte 22 de junho de 1857 (43 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação pintor
Retrato do marinheiro Simão, o Carvoeiro, 1853-57.

José Correia (Corrêa) de Lima (Rio de Janeiro, 22 de junho de 18141857) foi um pintor acadêmico brasileiro.

Matriculou-se na Academia Imperial de Belas Artes em 1826 ou 1827, sendo aluno de Debret em Pintura Histórica, e de Grandjean de Montigny em Arquitetura. Substituiu Debret em 1837, e em 1840 substituiu Manuel de Araújo Porto-Alegre.

Na Exposição Geral de Belas Artes de 1840 recebeu medalha de ouro e, na exposição seguinte, o hábito da Ordem de Cristo no grau de Cavaleiro, pela tela Magnanimidade de Vieira. Participou do certame também nos anos 1845, 1846, 1848 e 1850. Foi mestre de Victor Meirelles.

De suas obras, as mais conhecidas são o retrato da Imperatriz Teresa Cristina, hoje no Museu Imperial de Petrópolis, o Retrato do Marinheiro Simão, o Carvoeiro, e Francisco Manuel ditando o Hino Nacional às suas Enteadas, ambas no Museu Nacional de Belas Artes.

Uma fonte dá como seu local de nascimento Minas Gerais.[1]

Referências

  1. «José Correia de Lima na página Pitoresco». Arquivado do original em 8 de setembro de 2008 

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre José Correia de Lima

Ligações externasEditar