Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
José Ewbank da Câmara
Nascimento 17 de abril de 1843
Porto Alegre
Morte 3 de março de 1890 (46 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação engenheiro

José Ewbank da Câmara (Porto Alegre, 17 de abril de 1843Rio de Janeiro, 3 de março de 1890) foi um engenheiro brasileiro, pioneiro no plano estratégico das ferrovias gaúchas.

BiografiaEditar

Tendo estudado e se formado no Rio de Janeiro, na Escola Politécnica, Ewbank da Câmara projetou a infra-estrutura de portos e ferrovias em diversas cidades do país. O Cais Provincial (1869-1871), em Rio Grande, é de sua autoria.

Em 1872 ele apresentou um relatório sobre a necessidade de uma rede ferroviária no Rio Grande do Sul, que foi aprovado pelo Marquês do Erval e pelo Visconde de Pelotas.

Foi também deputado provincial e diretor da ferrovia Dom Pedro II, no Rio de Janeiro, onde morreu aos quarenta e sete anos.

O município de Ewbank da Câmara, em Minas Gerais, antes chamado de Tabuões, foi nomeado a partir dele. No Rio Grande, em Porto Alegre, no Rio de Janeiro (em Madureira) e em algumas cidades de Minas Gerais, existem ruas com seu nome.[carece de fontes?]

LivrosEditar

  • Editado em 1874 no RJ, Caminhos de Ferro Estratégicos do Rio Grande do Sul- Aspectos Econômicos.
  • Editado em 1875, Caminhos de Ferro do Rio Grande do Sul e Repúblicas do Prata.