Abrir menu principal
José Joaquim Ferreira Rabelo
Nascimento 10 de maio de 1832
Morte 10 de setembro de 1910 (78 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação político
Constituição brasileira de 1891, página da assinatura de José Joaquim Ferreira Rabelo (décima quinta assinatura). Acervo Arquivo Nacional

José Joaquim Ferreira Rabelo, primeiro e único barão do Serro,[1] (Serro, 10 de maio de 1832 — Serro, 10 de setembro de 1910) foi um magistrado e político brasileiro.

Estudou no Seminário de Mariana e fez o curso de Direito na Faculdade do Recife e na Faculdade de São Paulo, passando a exercer o cargo de promotor público da terra natal.

Filiou-se ao Partido Liberal, tornando-se seu chefe no Serro e político de influência no norte de Minas, acabando por eleger-se deputado provincial em 1860/61 e deputado geral, em 1864/66 e 1867/68.

Foi agraciado pelo imperador Dom Pedro II com o título de barão por decreto de 19 de julho de 1879. Tornou-se abolicionista, um dos fundadores do Clube Republicano do Serro (juntamente com o irmão, coronel Sebastião José Ferreira Rabelo) e deputado federal à Constituinte de 1891, vivendo na famosa "Chácara do Barão" até sua morte, no Serro.

Referências

  1. Pela grafia original, barão do Serro.