José de Brito

pintor português

José de Brito (Santa Marta de Portuzelo, Viana do Castelo, 18 de fevereiro de 185526 de março de 1946) foi um pintor português.

José de Brito
Nascimento 18 de fevereiro de 1855
Viana do Castelo
Morte 1946
Cidadania Portugal
Alma mater
Ocupação pintor

Em 1873, vai estudar na Academia Portuense de Belas Artes onde tem por professores Tadeu de Almeida Furtado, João Correia e Soares dos Reis.

Em 1885, obtém uma bolsa régia, concedida por D. Fernando II, que lhe permite partir para Paris, para estudar na Academia Julien, com Boulanger, Lefébre, Laurens e Benjamin Constant.

Em 1896 regressa a Portugal onde inicia a sua actividade docente na Academia Portuense de Belas Artes.

Entre as suas obras estão O Baptismo de Cristo para a Igreja da Trindade, no Porto, o Retrato de Júlio António de Amorim Lima para o Hospital de São Marcos, em Braga, e a pintura do tecto do Teatro Nacional S. João, no Porto. A sua obra mais conhecida é Mártir do Fanatismo (c. 1892), actualmente no Museu do Chiado, em Lisboa.[1]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre José de Brito

ReferênciasEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.