Joseph-François Charpentier de Cossigny

Joseph-François Charpentier de Cossigny, também conhecido como Joseph-François Charpentier de Cossigny de Palma (Porto Luís, 1736 - 1809) foi um explorador, engenheiro e horticultor de origem francesa nascido em Maurício.

Joseph-François Charpentier de Cossigny
Nascimento 1736
Porto Luís
Morte 1809
Paris
Cidadania França
Progenitores
Ocupação explorador, engenheiro, horticultor, botânico

Joseph era filho de Jean-François Charpentier de Cossigny, um engenheiro da Companhia Francesa das Índias Orientais. Ele também foi o primo de David Charpentier de Cossigny (governador da Índia, Bourbon, e Mascarenhas). Em 1773, durante uma visita a Paris como acadêmico e político, pediu ao secretário colonial o direito de estabelecer uma câmara de agricultura na isle de France (hoje chamada Maurício). Ele se mudou para a ilha onde fundou uma colônia chamada Palma, e criou vários jardins de aclimatação de espécies de frutas importadas. Ele é conhecido por introduzir a lechia nas ilhas Bourbon e isle de France em 1764 depois de várias viagens para a China e o Oriente. Ele foi um dos primeiros membros do Institut de France em 1795.[1][2][3]

Referências

  1. Carpenter, Joseph Francis Cossigny; "Memory for the colony of Isle de France, in response to specific memory and the shareholders of the East India Company;" Paris; P. Fr Didot le Jeune; 1790; 37 p. 19 cm
  2. Carpenter, Joseph Francis Cossigny; "Summary Notes and Summary Observations in response to, the Brief published for the colony of Isle de France;" Paris; P. Fr Didot le Jeune; 1790; 16 p. 26 cm
  3. Gray, John; "A Note on Joseph Francois Cossigny Carpenter (1736-1809)"; Tanganyika Notes and Records, Volume 51 (1958); pp. 246-249
  Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.