Abrir menu principal

Juarez Rubens Brandão Lopes (Poços de Caldas, 16 de outubro de 1925São Paulo, 9 de junho de 2011) foi um sociólogo brasileiro.

Foi professor dos departamentos de Ciência Política da Universidade de São Paulo e da Universidade Estadual de Campinas e membro da Academia Brasileira de Ciências.

Formado pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo em 1950, fez pós-graduação em sociologia na Universidade de Chicago. De volta ao Brasil, obteve o doutoramento, livre-docência e o título de professor titular da Universidade de São Paulo, onde se aposentou na década de 1980.[1]

Foi um dos fundadores do Cebrap (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento) e também exerceu cargos administrativos no governo federal, como o de diretor do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), secretário-adjunto da Secretaria de Planejamento da Presidência da República e vice-presidente do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Em 2001, recebeu a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Faleceu em junho de 2011, aos 85 anos de idade, por falência de órgãos.[1]

ObrasEditar

  • Sociedade Industrial no Brasil (1964)
  • Relações Industriais na Sociedade Tradicional Brasileira (1964)
  • Crise do Brasil Arcaico (1967)
  • Desenvolvimento e Mudança Social (1968)
  • Do Latifundio à Empresa. Unidade e Diversidade do Capitalismo no Campo (1976)

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre sociologia ou um sociólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.