Abrir menu principal
KV47
Tumba de Siptah
Localização Vale dos Reis, em uma rafificação, próxima a KV13
Extensão total 124,93 m[1]
Área total 501.42 [1]
Descoberta em 1905[1]
Escavada por Edward Russell Ayrton (1905-07), Harry Burton (1912-13), Howard Carter (1922), Supreme Council of Antiquities (1994), MISR Project: Mission Siptah-Ramses X (1999-)[1]

A tumba KV47 (acrônimo de "King's Valley #47"), no Vale dos Reis, foi usada para o enterro do faraó Siptah da décima nona dinastia, embora a múmia de Siptah tenha sido encontrada na KV35.

A KV47 foi descoberta em 18 de dezembro de 1905 por Edward R. Ayrton. Theodore M. Davis, patrocinador de Ayrton, publicou um artigo da descoberta do sítio e da escavação dem 1908. Ayrton encerrou sua escavação em 1907 por causa da falta de segurança, e Harry Burton retomou a escavação em 1912.

Em 1994 o Conselho Supremo de Antigüidades decidiu limpar, reparar e repintar a tumba para abrí-la aos turistas. Painéis de vidro foram levabtados para proteger as pinturas e iluminação foi instalada, assim como na KV1 e em várias outras tumbas abertas ao público.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d «Theban Mapping Project (em inglês)». Consultado em 12 de setembro de 2008. Arquivado do original em 1 de novembro de 2008 
  • Davis, Theodore M. The Tomb of Siphtah: With the Tomb of Queen Tîyi. London: Duckworth Publishing, 2001. ISBN 0-7156-3073-3

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Egiptologia é um esboço relacionado ao Antigo Egito. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.