Kanun (direito)

O Kanun (em albanês também conhecido como Kanuni) é um conjunto de leis tradicionais albanesas. Primordialmente orais, foram publicadas na forma escrita apenas no século XX.[1] Existe apenas um Kanun arcaico, comumente chamado de "Kanun de Leke", do qual seis variantes posteriores evoluíram posteriormente, e foram categorizadas de acordo com a região, a personalidade responsável e sua época de origem: o Kanun i vjetër ("Kanun antigo"), o Kanuni i Lekë Dukagjinit ("Kanun de Lekë Dukagjini"), o Kanuni i Çermenikës ("Kanun de Cermenica"), o Kanuni i Papa Zhulit ("Kanun de Papa Zhuli"), o Kanuni i Labërisë ("Kanun de Labëria")[2] e o Kanuni i Skenderbeut ("Kanun de Skanderbeg")[3][4] também conhecido como Kanuni i Arbërisë ("Kanun de Arbëria").

O Kanun de Skanderbeg é o que mais se aproxima da versão do Kanun de Lekë Dukagjini, e este costuma ser o mais conhecido, e tido como sinônimo do termo kanun. O Kanun de Lekë Dukagjini foi desenvolvido, como o nome diz, por Lekë Dukagjini, que codificou as leis e costumes existentes. Desde então, vem sendo aplicado principalmente no norte da Albânia e no Kosovo. Foi codificado no século XV, porém seu uso já era amplamente difundido desde a Era do Bronze. [5] Foi utilizado da mesma maneira até meados do século XX, e seu uso foi retomado recentemente, após a queda do regime comunista no início da década de 1990.

EtimologiaEditar

O termo kanun vem do grego "κανών" (kanōn, "cânone"), que significa, entre outras coisas, "vara" ou "regra"[6] e foi transportada do grego para o árabe e posteriormente para o turco e o albanês.[7] O código também já foi conhecido como Doke.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Cook, Bernard (2001). Europe since 1945: an encyclopedia. [S.l.]: Garland Publishing. p. 22. ISBN 0815340575. Consultado em 1 de julho de 2010 
  2. R. Zojzi. O Código de Labëria ("Kanuni i Labërisë"); Tirana (Instituto de Arquivos da Cultura Popular)
  3. Ilia, I.F. Kanuni i Skenderbegut (1993) Shkoder, Arcebispo de Shkodra.
  4. Young, Antonia. Women who become men: Albanian sworn virgins, p. 732([1])
  5. https://books.google.com.br/books?id=SZqcmmn2YsgC&pg=PA10&hl=pt-BR#v=onepage&q&f=false
  6. κανών, Henry George Liddell, Robert Scott, A Greek-English Lexicon, Perseus Project
  7. Todorova, M.N. Balkan Identities: Nation and memory. NYU Press, 2004. p. 111. [2]

BibliografiaEditar

  • Anônimo: Lek Dukagin Kanunu (Kanun de Lekë Dukagjini, em turco otomano). Prizren, 1289 A.H. [1872]. 31 pg.
  • Shtjefen Konstantin Gjeçov (Pashk Bardhi, Gjergj Fishta eds.): Kanuni i Lekë Dukagjinit: Veper postume. Permbledhë e kodifikue. Me parathâne Gjergj Fishtës e biografí Pashk Bardhit. Shtypshkroja françeskane, 1933.
  • Cook, Bernard (2001). Europe since 1945: an encyclopedia. [S.l.]: Garland Publishing. 22 páginas. ISBN 0815340575. Consultado em 1 de julho de 2010 

Ligações externasEditar