Abrir menu principal

O Perseus Project ("Projeto Perseu", em inglês) é uma biblioteca digital da Universidade Tufts que reune coleções digitalizadas de recursos humanísticos.

É hospedado pelo Departamento de Classics daquela instituição, e, devido aos freqüentes problemas de hardware que sofre, que acabam indisponibilizando seus recursos, também é 'espelhado' pela Sociedade Max Planck, em Berlim[1] e pela Universidade de Chicago.[2]

O projeto foi iniciado em 1987, como forma de coletar e apresentar materiais destinados ao estudo da Grécia Antiga. Desde então foram publicados dois CD-ROMs, e estabeleceu-se a Perseus Digital Library ("Biblioteca Digital Perseus") na Internet em 1995. O projeto foi expandido para muito além de seu escopo original; as coleções atuais cobrem os clássicos greco-romanos, o Renascimento inglês, o acervo de Edwin Bolles, além da história da própria Universidade Tufts.

O editor-chefe do projeto é Gregory Crane, professor da cátedra da família Winnick em Tecnologia e Empreendedorismo da Tufts, e que ocupa o cargo desde a fundação do Perseus Project.

Os obras em grego antigo são armazenadas no Perseus em beta code, embora possam ser reformatadas para serem exibidas em diversos sistemas de transcrição.[3].

Direitos autoraisEditar

O Perseus Project apoia o software open source[4], e publicou código fonte no SourceForge.[5] Todos os textos e materiais disponíveis no site que são tidos como pertencendo ao domínio público estão disponíveis para download grátis, em formato xml, no Perseus 4.0[6]. O Perseus Project é um membro ativo da Open Content Alliance[7] e fornece suporte ao Internet Archive.

Certos conteúdos do site, como algumas imagens e textos, são restritos devido a acordos de permissão com os proprietários dos direitos autorais.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Mirror Arquivado em 27 de janeiro de 2010, no Wayback Machine. de Berlim
  2. Mirror de Chicago.
  3. Greek Font Display Help
  4. Ver a seção Open Source no anúncio do Perseus 4.0
  5. SourceForge.net: Perseus' Art and Archaeology Module
  6. Ver Perseus 4.0 [1]; para exemplos específicos, veja as informações sobre downloads e licenças para a tradução de Murray da Odisseia [2].
  7. «List of OCA contributors». Consultado em 11 de novembro de 2008. Arquivado do original em 5 de fevereiro de 2008 

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar