Karl-Otto Koch

Karl-Otto Koch (2 de agosto de 18975 de abril de 1945) foi um Standartenführer (Coronel) alemão da Schutzstaffel (SS), que se tornou conhecido por comandar os campos de concentração nazista de Buchenwald e de Sachsenhausen. Mais tarde ele também assumiu comando do campo de concentração de Majdanek. Denunciado por crimes cometidos sobre prisioneiros, Koch foi detido por ordem da SS, julgado e condenado à morte, tendo sido executado por um pelotão de fuzilamento em 1945.[1]

Karl KochCombatente Militar
Nascimento 2 de agosto de 1897
Darmstadt, Grão-Ducado de Hesse
Morte 5 de abril de 1945 (47 anos)
Buchenwald, Alemanha
Ocupação Oficial, torturer, concentration camp overseer e político
Serviço militar
Serviço Flag Schutzstaffel.svg Schutzstaffel
País Império Alemão Império Alemão (até 1918)
República de Weimar República de Weimar (até 1933)
Alemanha Nazista Alemanha Nazista
Anos de serviço 1916-1945
Patente SS-Standartenführer
Comando Comandante do campo de concentração de:
Esterwegen
Sachsenhausen
Buchenwald
Majdanek
Condecorações Cruz de Ferro

FonteEditar

  • Benoit Cazenave, L’exemplarité du commandant SS Karl Otto Koch, Revue de la Fondation Auschwitz, Bruxelas, 2005.

Referências

  1. Hackett,