Kraven

personagem de quadrinhos da Marvel Comics
(Redirecionado de Kraven, o Caçador)
 Nota: "Kraven the Hunter" redireciona para este artigo. Para o filme, veja Kraven the Hunter (filme).

Kraven, o Caçador (em inglês: Kraven the Hunter) é um personagem de quadrinhos (banda desenhada) da Marvel Comics e um dos vilões do Homem-Aranha. Criado por Stan Lee e Steve Ditko, seu nome verdadeiro é Sergei Kravinoff. Na maioria das vezes um vilão, mas em alguns casos um anti-herói, o personagem apareceu pela primeira vez em The Amazing Spider-Man #15, em agosto de 1964. Possui uma relação de parentesco com o Camaleão, seu meio-irmão Dmitri Smerdyakov, com quem morou na Rússia.

Kraven
Informações gerais
Primeira aparição The Amazing Spider-Man #15 (agosto de 1964)
Criado por Stan Lee
Steve Ditko
Editora Marvel Comics
Informações pessoais
Estado atual morto
Codinomes
conhecidos
Sergei Kraven
Características físicas
Espécie humano mutado
Família e relacionamentos
Parentes Nikolai Kravinoff (pai morto)
Anna Kravinoff (mãe)
Camaleão (meio irmão)
Sasha Kravinoff (esposa morta)
Grim Hunter (filho morto)
Alyosha Kravinoff (filho morto)
Ned Tannengarden (filho morto)
Gog (filho adotivo)
Ana Tatiana Kravinoff (filha)
Informações profissionais
Ocupação caçador profissional
aventureiro
Poderes
  • exímio caçador
  • grande estrategista
  • perito em armas (tanto brancas quanto de fogo)
  • força, resistência, reflexos, sentidos, agilidade e velocidade sobre-humanas
  • vigor super-humano
  • longevidade
Afiliações atuais Sexteto Sinistro
Base de operações Nova Iorque

História editar

Nascido em Stalingrado, na primeira metade do século XX, Sergei Kravinoff era membro de uma família abastada na antiga Rússia czarista. Durante a revolução bolchevique que modificou aquele país e criou a União Soviética, a família Kravinoff teve que buscar refúgio na América.[1]

Kraven decidiu usar sua fortuna para fazer fama nos Estados Unidos e, principalmente, no Quênia, como o maior caçador da história. O Caçador estava sempre preparado para um desafio, por isso, quando o Camaleão o convidou para ir até a selva de pedra de Nova Iorque caçar sua presa mais perigosa, o Homem-Aranha, Kraven aceitou.[2] Infelizmente, para o Caçador, a presa era mais perigosa ainda do que ele imaginava e, mesmo contando com a ajuda do próprio Camaleão, Kraven foi derrotado pelo herói aracnídeo. Esse, no entanto, foi apenas o primeiro de uma série de confrontos que viram a ocorrer entre os dois ao longo dos anos. Kraven nunca havia sido derrotado em uma caçada antes, e assim o Aranha passou a ser seu prêmio mais cobiçado.[1]

Talvez por isso o Caçador tenha aceito uma união temporária com outros inimigos do Aranha, quando o Doutor Octopus reuniu a primeira formação do Sexteto Sinistro. Nem com a força conjunta de seis perigosos criminosos, Kraven conseguiu seu troféu.[3]

Com o passar dos anos e a série de derrotas, Kraven começou a perceber que o principal responsável por seus fracassos com relação ao aracnídeo era mais si próprio do que do herói. Ao contrário dos demais vilões, Kraven não tinha o objetivo de ficar milionário ou dominar o mundo. Ele já tinha toda a riqueza que queria – herdada do legado dos Kravinoff – e a conquista mundial não era algo que lhe atraía. Seu único objetivo era subjugar o único espécime que o derrotara. Suas alianças com o Camaleão e o Sexteto Sinistro haviam feito com que o Caçador perdesse sua honra e, por isso, perdesse as batalhas com o Aranha.[3]

Kraven decidiu que poderia conseguir sua redenção se conseguisse derrotar o aracnídeo de forma honrosa. Assim sendo, conseguiu atrair o herói aracnídeo para uma armadilha, cujo objetivo primordial era derrotar o herói, usurpar seu nome e ser mais eficiente do que ele. Kraven, mais impiedoso do que o habitual, conseguiu aprisionar o Aranha e, aplicando-lhe um poderoso sedativo, fez com que o herói ficasse desacordado por duas semanas. Kraven enterrou o Aranha no cemitério da mansão Kravinoff e partiu para as ruas. Durante o período em que o Aranha ficou desacordado, Kraven confeccionou uma cópia do uniforme do herói e, usando-se de poções que permitiam-no simular os poderes do Aranha, saiu combatendo o crime à sua maneira.[3]

Quando o efeito do sedativo passou e o Aranha escapou da tumba onde se encontrava – literalmente – foi atrás do Caçador. O combate acabou não acontecendo, pois Kraven já tinha tudo planejado e criou uma distração que impedisse o Aranha de enfrentá-lo. Com seus objetivos conseguidos, ou seja, a recuperação de sua honra e a derrota do herói aracnídeo, Kraven cometeu suicídio (mais detalhes em A Última Caçada de Kraven).[3]

Kraven morreu, mas seu legado não acabou. O Caçador teve dois filhos e todos os dois acabaram seguindo os passos do pai depois de sua morte. O primeiro deles, filho legítimo de Kraven, foi Vladimir Kravinoff, o Caçador Sinistro.

Vladimir Kravinoff editar

Vladimir teve acesso ao diário do pai e concluiu que o Homem-Aranha havia sido o responsável por sua morte. Assim sendo, partiu para a América com o intuito de conseguir o que seu pai não pôde, ou seja, a morte do herói. Vlad, no entanto, não tinha nem as capacidades físicas nem a inteligência do pai e não deu muito trabalho ao Aranha na única vez que se confrontaram. Um segundo confronto não chegou a acontecer pois ele acabou sendo assassinado por Kaine.[4]

O segundo filho de Kraven a aparecer na vida do Aranha foi Alyosha Kravinoff.

Alyosha Kravinoff editar

Diferente do irmão, Alyosha havia sido criado na África e pouco conhecia o pai. Quando confrontou o Aranha pela primeira vez, ele queria apenas entender o que havia feito com que o Caçador se tornasse instável a ponto de cometer suicídio. Alyosha chegou mesmo a combater a feiticeira Calypso ao lado do Aranha. Parecia que ele seguiria um caminho diferente de seu irmão, mas, tempos depois, Alyosha voltou a atacar o aracnídeo. Seus propósitos com relação ao herói permanecem obscuros.[4]

Além de seus filhos, Calypso, ex-amante de Kraven, uma feiticeira vodu, tentou assassinar o Aranha, em vingança ao que ele supostamente teria feito ao Caçador. Segundo Calypso, foram as sucessivas derrotas que levaram seu amante ao suicídio, portanto, a culpa por sua morte era única exclusivamente do aracnídeo. Suas tentativas, no entanto, resultaram em fracasso.

Kraven, o Caçador, também teve sua origem revisitada na Gênese de John Byrne. John praticamente conservou a origem criada por Stan Lee, sendo Kraven o único a não ter conexões com Norman Osborn.

 
Aaron Taylor-Johnson viverá Kraven no Universo Homem-Aranha da Sony

Em outras mídias editar

Desenhos animados editar

  • Kraven apareceu em Homem Aranha: A Série Animada de 1994, como um homem que tomou um soro que lhe deu força, agilidade e velocidade, e assim se tornou Kraven.
  • Apareceu na série animada O Espetacular Homem Aranha, de 2008, na segunda temporada. No começo era um caçador que tentaria matar o Homem-Aranha, sua presa mais difícil. Como não conseguiu, pagou para o doutor Miles Warren transformá-lo em uma "fera", assim como ao Homem-Aranha.
  • Aparece em Ultimate Spider-Man, de 2012, na segunda temporada, quando tentou controlar a Tigresa Branca.

Cinema editar

Referências

  1. a b Matheus Barbosa (27 de maio de 2021). «Saiba quem é Kraven, o Caçador, vilão que quer a cabeça do Homem-Aranha». Aficionados. Consultado em 25 de abril de 2023 
  2. The Amazing Spider-Man #15
  3. a b c d Augusto Ikeda (11 de agosto de 2020). «Kraven, o Caçador: história e poderes do famoso inimigo do Homem-Aranha». Ei Nerd. Consultado em 25 de abril de 2023 
  4. a b Miguel Oliveira (8 de novembro de 2021). «10 Curiosidades sobre Kraven, O Caçador». O Vício. Consultado em 25 de abril de 2023 
  5. «Kraven the Hunter Movie About Classic Spider-Man Villain Releases In 2023». ScreenRant (em inglês). 26 de maio de 2021. Consultado em 18 de agosto de 2021 

Ligações externas editar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Citações no Wikiquote
  Imagens e media no Commons