Abrir menu principal
Kurt Heinrich Debus
Kurt Heinrich Debus como diretor do Centro Espacial John F. Kennedy da NASA (1962 a 1974)
Nascimento 29 de novembro de 1908
Frankfurt am Main
Morte 10 de outubro de 1983 (74 anos)
Cocoa Beach, Flórida

Kurt Heinrich Debus (Frankfurt am Main, 29 de novembro de 1908Cocoa Beach, Flórida, 10 de outubro de 1983) foi um cientista alemão. Participou do projeto do míssil balístico V-2 durante a Segunda Guerra Mundial. De 1944 a fevereiro de 1945 foi diretor de operações do Estande de Teste VII do Centro de Pesquisas do Exército de Peenemünde, e entre julho de 1962 e novembro de 1974 diretor do Centro Espacial John F. Kennedy.

Índice

BiografiaEditar

Kurt Debus começou em 1929 a estudar engenharia elétrica na Universidade Técnica de Darmstadt, onde foi em 1930 membro da Burschenschaft Markomannia – depois denominada Darmstädter Burschenschaft Rheno-Markomannia. De 1933 a 1936 foi membro da SA, a partir do início de 1939 foi membro da SS (membro número 426.559).[1] Em 1935 obteve seu diploma de engenheiro eleticista e foi assistente de Ernst Hueter. Em 1939 obteve um doutorado em engenharia elétrica na Universidade Técnica de Darmstadt, continuando a trabalhar como Wissenschaftlicher Mitarbeiter.

A partir de 1939 Wernher von Braun sem sucesso convencer Debus a trabalhar com a V2 em Peenemünde. Confrontado com a escolha de tornar-se um soldado ou seguir para Peenemünde, decidiu pela segunda escolha, trabalhando a partir de agosto de 1943 como engenheiro de desenvolvimento do Centro de Pesquisas do Exército de Peenemünde no desenvolvimento do V-2. Foi no final diretor de operações do Estande de Teste VII.

Debus chegou nos Estados Unidos em 1945 com um grupo de engenheiros e cientistas da esfera de Wernher von Braun devido à Operação Paperclip. Até 1950, durante cinco anos então, o grupo trabalhou no Fort Bliss, Texas, mudando-se depois para o Redstone Arsenal, Alabama.

De 1952 a 1960 Kurt Debus trabalhou no Army Ballistic Missile Agency (ABMA). Do PGM-11 Redstone resultou de sua participação o Programa Mercury, antecessor do Programa Apollo.

Debus tornou-se em 1962 diretor do Start Operation Center e em seguida diretor do Centro Espacial John F. Kennedy. Nesta época foi responsável pelo início do programa Apolo, incluindo as seis alunissagens (Apollo 11 a Apollo 17; a operação Apollo 13 foi abortada). Sob sua direção tiveram sucesso, dentre outras, as seguintes missões:

  • 1961: Alan Shepard, primeiro cidadão dos Estados Unidos no espaço
  • 1962: John Glenn, primeiro cidadão dos Estados Unidos a circundar a terra
  • 1969: Neil Armstrong, primeiro terrestre a pisar na Lua
  • 1973: lançamento do Laboratório Espacial Skylab

Condecorações e associaçõesEditar

BibliografiaEditar

Referências

  1. Rainer Eisfeld: Mondsüchtig. Wernher von Braun und die Geburt der Raumfahrt aus dem Geist der Barbarei. zu Klampen, Springe 2012, ISBN 978-3-86674-167-6, S. 97.
  2. «Members Directory: Dr. Kurt H. Debus» (em inglês). National Academy of Engineering. Consultado em 8 de junho de 2017 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre S Kurt H. Debus