Lírio do Vale

Lírios do Vale
 Nota: Não confundir com Convallaria majalis (planta também chamada de "lírio-do-vale").

O Lírio do Vale é um bairro do município brasileiro de Manaus, capital do estado do Amazonas. Localiza-se na Zona Oeste da cidade. De acordo com estimativas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas (SEDECTI), sua população era de 25 457 habitantes em 2017.[1]

Lírio do Vale
  Bairro do Brasil  
Localização
Localização do Lírio do Vale em Manaus.
Localização do Lírio do Vale em Manaus.
Localização do Lírio do Vale em Manaus.
Distrito Zona Oeste
Município Manaus
Características geográficas
População total (2017) 25 457 hab.
Outras informações
Limites Tarumã, Nova Esperança, Ponta Negra, Planalto, e Santo Agostinho
Subprefeitura Oeste

História editar

O bairro é dividido em duas esferas: O Lírio do Vale I e II. Sabe-se que o bairro por completo era um lote de propriedade do senhor Manoel de Souza e sua esposa Dona Rosilda Delta, onde dividiram o lote e venderam na década de 1960, o primeiro para um senhor conhecido como Roque, que o vendeu novamente a um senhor conhecido como Pinguim. Este, por sua vez, sofreu a consequência de morte por inadimplência. Já o segundo, foi negociado e vendido para um casal cujo a matriarca era baiana e o seu marido suíço com o auxilio da Sociedade de Habitação do Estado do Amazonas. Após a industrialização se consolidando na cidade em 1970, o Lírio do Vale I sofreu com as invasões, que permeou em poucas áreas no Lírio do Vale II, visto que a área foi loteada pelo casal e transformada em Área de Especial Interesse Social (AEIS) conforme o Anexo Único do Plano Diretor Urbano de Manaus. Hoje, integram o bairro: o loteamento Lírio do Vale e os conjuntos Augusto Montenegro I e II.

Lírio do Vale atual editar

Geografia de morros e baixadas editar

Por altos e baixos é constituída a geografia do bairro, muito acidentadas e cheias de declives, as ruas do bairro Lírio do Vale I, pelas invasões, nasceram desordenadas e sem planejamento. Já o Lírio do Vale II, devido o loteamento, percebe-se uma organização espacial melhor, com traçados urbanos fechados e contínuos.

Porém, além do Lírio do Vale I ser uma ocupação irregular, essa área do bairro sofre também com a falta de regulamentação fundiária, onde muitas casas ainda não têm nenhum registro.[2] Já no Lírio do Vale II, a necessidade de regulamentação fundiária é menor visto que muitas famílias efetuaram o pagamento de seus contratos, dando-lhe direito ao registro.

Referências

  1. «Mapa da área urbana da cidade de Manaus» (PDF). Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SEDECTI). 2017. Consultado em 8 de fevereiro de 2020 
  2. «Lírio do Vale, bairro da Zona Oeste de Manaus». Portalamazonia.com. 13 de novembro de 2008. Consultado em 3 de maio de 2019. Arquivado do " original em 12 de outubro de 2007 
  Este artigo sobre bairros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ver também editar