Laódice (esposa de Ariarate VI)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Laódice, veja Laódice.

Laódice foi a esposa do rei Ariarate VI da Capadócia, na época em que seu irmão Mitrídates VI do Ponto estava expandindo seu reino e conquistando os vizinhos.

Laódice
Nascimento século II a.C.
Morte século I a.C.
Cidadania Reino do Ponto, Kingdom of Cappadocia
Etnia Antigos macedônios, Persas
Progenitores
Cônjuge Ariarate VI, Nicomedes III da Bitínia
Filho(s) Ariarate VII, Ariarate VIII, Nysa
Irmão(s) Mitrídates VI do Ponto, Mithridates Chrestus, Laódice
Ocupação monarca, princesa
Título rainha

Mitrídates VI do Ponto teve duas irmãs de nome Laódice, uma delas foi sua esposa, teve um filho dele em sua ausência, e tentou envenená-lo.[1]

A outra irmã de Mitrídates foi casada com Ariarate IV, rei da Capadócia.[2] Mitrídates assassinou Ariarate através de Górdio, e resolveu tomar o reino da sua irmã e dos seus sobrinhos.[2] Enquanto isso, Nicomedes III, rei da Bitínia, ocupou a Capadócia, e Mitrídates, fingindo ajudar sua esposa e seus sobrinhos, expulsou Nicomedes.[2]

Mas Laódice já tinha feito um acordo com Nicomedes, o que irritou Mitrídates, que expulsou as guarnições bitínias da Capadócia e instalou seu sobrinho, filho de Laódice, no trono.[2] Alguns meses mais tarde, Mitrídates quis que Górdio, o assassino de Ariarate VI, retornasse à Capadócia, mas o jovem rei da Capadócia Ariarate VII, filho do rei assassinado, ficou indignado, e reuniu um exército para lutar contra Mitrídates.[2] Mitrídates chamou o sobrinho Ariarate VII para uma conferência de paz, e o assassinou com uma arma que tinha escondido próxima da região genital.[2] Mitrídates colocou seu filho, Ariarate, uma criança, como rei, deixando Górdio de guardião.[2]

Os capadócios se revoltaram, e chamaram o outro filho de Laódice e Ariarate VI, Ariarate VIII, para reinar, mas Mitrídates o derrotou, exilou, e ele morreu de doença causada pela ansiedade, no exílio.[3]

Nicomedes III da Bitínia então enviou Laódice a Roma, para testemunhar que tinha tido não dois, mas três filhos com Ariarate VI.[3] Mitrídates também enviou Górdio, para dizer que o rei criança, Ariarate, filho de Mitrídates, era filho de Ariarate V, que havia tombado, aliado aos romanos, lutando contra Aristonico.[3] O senado romano, percebendo as mentiras dos dois lados, tirou a Capadócia de Mitrídates e a Paflagônia de Nicomedes, oferencendo a liberdade aos capadócios, mas estes, que queriam um rei, e o Senado escolheu Ariobarzanes.[3]

Referências

  1. Justino, Epítome das Histórias de Pompeu Trogo, 37.3 [em linha]
  2. a b c d e f g Justino, Epítome das Histórias de Pompeu Trogo, 38.1 [em linha]
  3. a b c d Justino, Epítome das Histórias de Pompeu Trogo, 38.2 [em linha]