Abrir menu principal
Leão Saracenópulo
Nacionalidade Império Bizantino
Ocupação General e governador

Leão Saracenópulo (em grego: Λέων Σαρακηνόπουλος; transl.: Léon Sarakenópoulos; fl. década de 970) foi um comandante militar bizantino do século X que esteve ativo no nordeste dos Bálcãs.

VidaEditar

Leão Saracenópulo aparece pela primeira vez em 971, no final da Guerra rus'-bizantina de 970-971, quando foi nomeado pelo imperador João I Tzimisces (r. 969–976) como governador militar (estratego) de Drístra/Dorostolo (moderna Silistra) sobre o Danúbio. Antes disso, Saracenópulo havia sido comandante (doméstico) do regimento de elite (tagma) dos Hicanátos.[1][2] Em algum momento antes de 975, sua província foi estendida e também ele também recebeu controle sobre a antiga capital búlgara de Preslav (renomeada Joanópolis por Tzimisces). Leão mudou seus quarteis para Preslav, onde um grande número de selos, portando seu título inteiro de "protoespatário e estratego de Joanópolis e Drístra" foram descobertos.[3]

Desta posição, Saracenópulo supervisionou um grande programa de fortificações em Dobruja, para salvaguardar a região de outro ataque rus'. Os prolongadamente abandonados fortes romanos da antiga fronteira foram reocupados e restaurados, e instalações novas foram criadas.[4] Logo depois de 976, quando a revolta dos irmãos Cometópulos eclodiu, Saracenópulo recebeu o comando conjunto de Joanópolis e do antigo Tema da Trácia, provavelmente de modo a conter a rebelião. Nisso ele falhou, e foi reconvocado para Constantinopla em ca. 979. Lá, foi elevado para o posto de patrício como consolação e recebeu a posição de conde do estábulo, enquanto em data posterior, segundo seus selos, também recebeu o posto de protoestrator.[2][5]

Referências

  1. Stephenson 2000, p. 53.
  2. a b Lilie 2013, Leon Sarakenopulos (#24520).
  3. Stephenson 2000, p. 56.
  4. Stephenson 2000, p. 56–58.
  5. Stephenson 2000, p. 58–59.

BibliografiaEditar

  • Lilie, Ralph-Johannes; Ludwig, Claudia; Zielke, Beate et al. (2013). Prosopographie der mittelbyzantinischen Zeit Online. Berlim-Brandenburgische Akademie der Wissenschaften: Nach Vorarbeiten F. Winkelmanns erstellt 
  • Stephenson, Paul (2000). Byzantium's Balkan Frontier: A Political Study of the Northern Balkans, 900–1204. Cambridge, Reino Unido: Cambridge University Press. ISBN 0-521-77017-3