Abrir menu principal

Leões da Geolândia

Leões da Geolândia é um clube amador brasileiro de futebol da cidade de São Paulo, situado no bairro de Vila Medeiros e fundado em 2000.

Leões da Geolândia
Nome Leões da Geolândia
Competição Copa Kaiser de Futebol Amador
editar

HistóriaEditar

O clube nasceu em 1º de setembro de 2000, depois de uma reunião entre três amigos em uma padaria na Vila Medeiros, na Zona Norte de São Paulo.[1] O primeiro nome escolhido foi Leões, mas depois foi incluído a referência a Rua Geolândia. As cores escolhidas foram o branco e o verde, para agradar os três fundadores - um palmeirense e dois santistas.[1] A sede da equipe ficou sendo a padaria Geovanna, de propriedade de Nilton Amorim Ferreira, um dos fundadores do time.[2]

Por muito anos, o time foi apadrinhado por José Fernandes Santa Rosa, que era dono de uma transportadora de cargas, e ajudava a pagar o bicho dos jogadores.[2]

Fez sua estreia na Copa Kaiser em 2001, chegando a Fase C (terceira etapa de grupos) daquela edição. Já no ano seguinte, terminou 13º, após ser eliminado na Fase D (quarta etapa de grupos).

Em 2005, o time fez venceu a Copa Metropolitana, principal competição do futebol amador paulistano daquela temporada. Depois de vencer o AG Madeiras (do Brás), por 1 a 0, na decisão da etapa capital do torneio, o alvi-verde da Vila Medeiros derrotou o Pânico (de Cajamar), por 3 a 1, na grande final do regional.

Em 2007, os Leões chegaram nas oitavas-de-final da Copa Kaiser, terminando em 10º no geral.[3] Nos dois campeonatos seguintes, o time da Vila Medeiros ficou pela semifinal - em 2008, foi eliminado pelo EC Vida Loka (da Vila Brasilândia), por 1 a 0, e em 2009, derrotado para o EC Ajax (da Vila Rica), por 3 a 2.[4][5] Em 2010, o time foi eliminado nas quartas-de-final, ficando no 6º no geral.[6]

Em 2013, os diretores do Leões resolveram usar o número 13 em todas as camisas, por superstição. Comandado pelo técnico Marquinho, os Leões venceram pela primeira vez da Copa Kaiser, batendo o Família 100 Valor, do Jardim Panamericano, por 2 a 0.[7][8] No ano seguinte, a equipe da Vila Medeiros alcançaram a final mais uma fez, desta vez contra o Nove de Julho da Casa Verde. Após um empate no tempo normal de 1 a 1, os adversários saíram-se melhores nos pênaltis, por 4 a 3, e os Leões terminaram com o vice-campeonato.[9]

Jogadores famososEditar

Antes da fama, Elias e Vagner Love vestiram a camisa dos Leões.

Quando ainda jogava nas categorias de base do Palmeiras, em 2000, Love também começou a atuar pelo time da Vila Medeiros, bairro onde vivia sua então namorada.[2]

Já Elias atuou em 2006, após voltar de uma passagem frustrada pelo Náutico e, com o fim de seu contrato, voltou a jogar na várzea. Foi o primeiro passo da reconstrução de sua carreira, que o levou para Corinthians.[10][11]

TítulosEditar

Referências

  1. a b Bruno Doro (11 de outubro de 2013). «Papo de Várzea: Conheça os quatro semifinalistas da Copa Kaiser». Papo de Várzea UOL. Consultado em 31 de outubro de 2013 
  2. a b c Terra (3 de junho de 2005). «No Brasil, Vágner Love joga por time de padaria». Consultado em 31 de outubro de 2013 
  3. Copa Kaiser 2007. «Classificação Fase OF». Consultado em 31 de outubro de 2013. Arquivado do original em 2 de novembro de 2013 
  4. Copa Kaiser 2008. «Resultados da semifinal». Consultado em 31 de outubro de 2013. Arquivado do original em 2 de novembro de 2013 
  5. Copa Kaiser 2009. «Resultados da semifinal 2». Consultado em 31 de outubro de 2013. Arquivado do original em 2 de novembro de 2013 
  6. Copa Kaiser 2010. «Classificação Fase QF». Consultado em 31 de outubro de 2013. Arquivado do original em 2 de novembro de 2013 
  7. Bruno Doro (20 de outubro de 2013). «Funcionário de restaurante dá título da Copa Kaiser ao Leões da Geolândia». Papo de Várzea UOL. Consultado em 31 de outubro de 2013 
  8. Bruno Doro (23 de outubro de 2013). «Leões da Geolândia conquista o título da 16ª Copa Kaiser». Papo de Várzea UOL. Consultado em 31 de outubro de 2013 [ligação inativa]
  9. Bruno Doro (8 de junho de 2014). «Nove de Julho vence a última Copa Kaiser. No fim das contas, foi merecido». Papo de Várzea UOL. Consultado em 9 de junho de 2014 
  10. Carlos Augusto Ferrari (29 de abril de 2009). «Elias vence depressão e vira peça chave do Timão». GloboEsporte.com. Consultado em 31 de outubro de 2013 
  11. Extra (01 de setembro de 2013). «Ídolo de Fla e Corinthians, Elias jogava na várzea por R$ 150 e pensou em parar em 2006: 'Eu ia tentar o último ano'». Consultado em 31 de outubro de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)

Ver tambémEditar