Abrir menu principal
Lee Remick em 1974

Lee Ann Remick (Quincy, 14 de dezembro de 1935Los Angeles, 2 de julho de 1991) foi uma atriz estadunidense.

BiografiaEditar

Começou muito cedo no teatro, participando de grupos que realizavam turnês de verão pelo interior dos Estados Unidos da América. Aos 18 anos se apresentou em Nova Iorque e chamou a atenção do cineasta Elia Kazan que lhe ofereceu um bom papel no filme Um rosto na multidão.

Ela foi lançada pela Fox como a substituta de Grace Kelly, mas logo se revelou uma atriz de personalidade e se desvencilhou dessa imagem. Fez tanto papéis de jovens ingênuas como de mulheres perversas em sucessos como Anatomia de um crime, Rio violento, O mercador de almas, Escravas do medo, Vício maldito e Crime sem perdão.

Remick morreu em 2 de julho de 1991 aos 55 anos em sua casa em Los Angeles, de câncer de rim e fígado. Foi cremada no Westwood Memorial Park.

Em 1976 participou do seu maior sucesso de público, A profecia, de Richard Donner, como a "mãe" da criança que é o próprio filho do diabo.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.