Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme de terror, dirigido por Mark Jones e estrelado por Warwick Davis, veja Leprechaun (1993-2018).
Leprechaun

Figura mitológica do folclore da Irlanda, o leprechaun (pronuncia-se /LÉP-re-coun/) é apresentado como um diminuto homem, medindo 30 a 50 cm de altura, sempre ocupado a trabalhar num único pé de sapato no meio das folhas de um arbusto ou "sob uma folha de labaça".[1] Ele é tido como o sapateiro do povo das fadas e diz-se que fazem só dois sapatos por ano. Também são conhecidos pelos nomes de Tumores, Duendes ou Gnomos. Geralmente vivem em pequenos arbustos, em bosques ou florestas. O nome leprechaun é possivelmente originário do Gaélico luacharma'n, significando meio-corpo (no sentido de pequeno) ou leith brogan que significa sapateiro. Outra interpretação para a origem do termo seria a de que leprechaun vem de Luch-chromain, Gaélico para "pequeno Lugh corcunda"


Os leprechauns são considerados guardiões ou conhecedores da localização de vários tesouros escondidos. Para obter tais tesouros (normalmente um pote de ouro) é preciso capturar um leprechaun e não o perder nunca de vista, caso contrário ele desaparece no ar. Como diz Brian Froud, "Como acontece com todos esses seres (encantados), é importante que você veja o leprechaun, ou duende irlandês, antes que ele o veja, pois ele se torna então mais cooperativo e talvez possa até levá-lo a um de seus potes de ouro escondido. Mas ele é muito astuto e traquina, capaz de desaparecer num piscar de olhos".[2] Acredita-se que eles também tenham uma moeda de prata mágica, que volta a sua bolsa, depois de ser gasta.

Os leprechauns são descritos como sempre alegres e vestidos à maneira antiga, com roupas verdes, um barrete vermelho ou um estranho chapéu de três pontas,[3] avental de couro e sapatos com fivelas. Além do seu cachimbo, estão sempre acompanhados pelo seu pequeno, velho e gasto martelo.

Esses duendes são frequentemente associados ou confundidos com os cluricaun, criaturas mágicas que habitam adegas e depósitos de vinho. Segundo alguns autores[3][4] estes dois seres encantados poderiam até ser duas formas diferentes do mesmo ser, tomadas em diferentes momentos do dia ou do ano.

Os Leprechauns não gostam de humanos e têm medo deles mas quando se vem com boas intenções, eles dão-nos um par de sapatos. Os sapatos que eles fazem são muito bonitos e feitos de materiais naturais tais como flores e gotas de orvalho.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Fround, Brian. in 'Fadas e o mundo dos seres encantados', ed. Siciliano, São Paulo, 1992.
  2. idem
  3. a b ibidem
  4. Micha F. Lindemans in Encyclopedia Mythica - [1], referência [2]
  Este artigo sobre mitologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.