Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Letícia Wierzchowski
LW durante sessão de autógrafos em Brasília, em 2006.
Nascimento 4 de junho de 1972
Porto Alegre
Rio Grande do Sul
 Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Escritora
Magnum opus A Casa das Sete Mulheres

Letícia Wierzchowski Gomes (Porto Alegre, 4 de junho de 1972) é uma escritora brasileira e roteirista, mais conhecida como a autora de A Casa das Sete Mulheres.

Índice

BiografiaEditar

Antes de se dedicar às letras, Wierzchowski estudou em uma universidade pública de arquitetura, curso que não chegou a completar. Foi proprietária de uma confecção de roupas e trabalhou no escritório de construção civil de seu pai. Enquanto trabalhava neste último emprego, começou a escrever ficção.[1]

Seu romance de estreia, publicado em 1998 e relançado em 2001, O anjo e o resto de nós, conta a saga da família Flores, ambientada no início do século XX no interior do Rio Grande do Sul.

A escritora gaúcha Martha Medeiros sugeriu a leitura do primeiro romance de Letícia a um amigo paulistano de naturalidade gaúcha e descendente, como Letícia, de poloneses. O publicitário Marcelo Pires gostou tanto do livro que enviou, em dezembro de 1998, um e-mail à autora e ambos passaram a se corresponder regularmente pela rede. Menos de um ano após a primeira mensagem, em 17 de setembro de 1999, Letícia e Marcelo casaram-se. Na cerimônia de casamento, o casal distribuiu aos convidados um pequeno livro com algumas das mensagens trocadas por eles. Um dos participantes da festa, o editor Ivan Pinheiro Machado, da LP&M, acreditou que o livro poderia fazer sucesso e lançou uma edição comercial. Nascia assim, em 1999, o livro Eu@teamo.com.br, que teve suas edições rapidamente esgotadas. Letícia e Marcelo são atualmente divorciados, o que inspirou o romance Navegue a lágrima. O casal têm dois filhos, João e Tobias.

O grande sucesso literário de Letícia viria com o romance A casa das sete mulheres, adaptado pela Rede Globo numa minissérie que foi ao ar em 2003 e reexibida em 2006. Instigada por seus editores a escrever uma continuação da saga das sete mulheres gaúchas durante a Revolução Farroupilha, recusou-se de início, pois tinha outros projetos literários. No entanto, acabou cedendo às pressões e lançou Um farol no pampa, em que retoma a vida dos personagens da A casa das sete mulheres. Em 2017 a escritora encerrou a trilogia da A casa das sete mulheres com o romance Travessia: a história de amor de Anita e Giuseppe Garibaldi.

Letícia trabalhou em parceria com Tabajara Ruas, no roteiro cinematográfico de O Continente, baseado na obra de Érico Veríssimo que originou o filme e minissérie O tempo e o vento com direção de Jayme Monjardim e Thiago Lacerda no papel do capitão Rodrigo Cambará, mesmo ator de Giuseppe Garibaldi na série A casa das sete mulheres.

As edições estrangeiras dos livros da escritora apresentam-se na Alemanha, Croácia, Espanha, França, Grécia, Itália, Portugal entre outros países.

Bibliografia[2]Editar

RomancesEditar

  • O anjo e o resto de nós, 1998
  • Anuário dos amores, 1998
  • Prata do tempo, 1999
  • eu@teamo.com.br (com Marcelo Pires), 1999
  • A Casa das Sete Mulheres, 2002
  • O pintor que escrevia, 2003
  • Cristal polonês, 2003
  • Um farol no Pampa, 2004
  • Uma ponte para Terebin, 2005
  • De um grande amor e uma perdição maior ainda, 2007
  • Os aparados, 2009
  • Os Getka, 2010
  • Neptuno, 2012
  • Sal, 2013
  • Navegue a lágrima, 2015
  • Heróis urbanos (conto "Seu amor de volta em três dias"), 2016
  • O primeiro e o último verão, 2017
  • Travessia, 2017
  • O menino que comeu uma biblioteca, 2018
  • O oitavo dia (com Nelson Pacheco Sirotsky), 2018
  • Desaparição, 2019

Livros infantisEditar

  • O Dragão de Wawel e outras lendas polonesas, 2005
  • Todas as coisas querem ser outras coisas, 2006
  • O menino paciente, 2007
  • Era uma vez um gato xadrez, 2008
  • Semente de gente, 2010
  • O menino e seu irmão, 2011
  • Dorme, menino, 2014
  • Come, menino, 2014
  • Brinca, menino, 2015
  • Coração de mãe, 2015

Referências

Ligações externasEditar