Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o formato televisivo. Para o formato literário, veja Série limitada.

Minissérie é um tipo de programa televisivo ou online semelhante a uma série, onde os episódios podem ou não estar interligados. Diferencia-se, no entanto, por ter a duração máxima de 50 episódios e em uma única temporada.

Índice

Outras variaçõesEditar

MicrossérieEditar

A microssérie, como o próprio nome diz, segue o mesmo formato da minissérie, porém em tamanho reduzido, tendo no máximo 5 episódios.[1]

Macrossérie / SupersérieEditar

A macrossérie – ou supersérie – é o oposto da microssérie, sendo uma minissérie estendida com mais de 50 episódios. Ou seja, sua duração é maior que de uma minissérie e menor que de uma telenovela, diferenciando-se também das séries tradicionais por ter a história contada em uma temporada.[2]

FormatoEditar

No BrasilEditar

A Rede Globo foi a pioneira nesse gênero no Brasil, lançando Lampião e Maria Bonita, escrita por Aguinaldo Silva e Doc Comparato e dirigida por Paulo Afonso Grisolli, que foi exibida em 1982 e teve oito capítulos. A partir de então, as minisséries nunca mais saíram de cena. Antes disso, porém, já se exibiam minisséries, só que eram geralmente produções norte-americanas dubladas, como Raízes e A Maldição. A Rede Manchete, em 1984, também lançou uma produção nesse formato, Marquesa de Santos, que foi também sua primeira experiência em teledramaturgia.

O que diferencia as telenovelas e as minisséries é, principalmente, o cuidado com a produção, além do fato de ser uma história "fechada", ou seja, autor, diretor e elenco já sabem toda a trama de antemão, o que facilita na composição dos personagens, já que o ator pode fazer seu trabalho direcionando por um caminho que já conhece.

A duração média das minisséries durante um bom tempo foi de vinte capítulos, mas nos últimos anos elas têm sido verdadeiras mininovelas, chegando a quase sessenta capítulos. No Brasil, são exibidas desde o fim dos anos 80 de terça a sexta-feira. Entre 1982 e 1986, as minisséries iam ao ar de segunda a sexta.

Por serem levadas ao ar num horário mais tardio que as telenovelas (geralmente após as 22h), as minisséries ousam mais em termos de temática, cenas, diálogos e situações, função essa desempenhada antes pelas novelas das dez, levadas ao ar de 1969 a 1979. Além disso, têm um potencial de reapresentação muito maior que o das novelas, devido à sua curta duração.

Devido a sua curta duração, as minisséries da Rede Globo também são lançadas em DVD pela Globo Vídeo e algumas, não todas, lançadas também sob a forma de livro, sobretudo as de grande sucesso como é o caso de Anos Rebeldes e A Casa das Sete Mulheres, feita com base no livro homônimo mas que tornou-se nacionalmente conhecido graças a minissérie. Em 2013, estreou a minissérie O Canto da Sereia, contendo quatro capítulos e que foi baseada na obra de Nelson Motta.

Estados Unidos da AméricaEditar

O formato data de pelo menos 1966, com uma emissão da ABC de uma adaptação de The Rise and Fall of the Third Reich, produzida por David L. Wolper. O termo tornou-se comum em meados dos anos 70, especialmente com o sucesso de Rich Man, Poor Man, baseado no romance de Irwin Shaw, in 1976.

Raízes (1977) de Alex Haley é considerado o primeiro sucesso blockbuster do formato. O seu sucesso nos Estados Unidos deveu-se, em parte, ao seu horário: as doze horas foram divididas em oito episódios emitidos em noites consecutivas, resultando no episódio final ter tido 71% do share de audiência e 130 milhões de telespectadores. A TV Guide (11 de Abril - 17 de Abril de 1987) chamou Jesus de Nazaré "a melhor minissérie de sempre" e "televisão sem paralelo."

Reino UnidoEditar

Na televisão britânica, o termo minissérie (miniseries) quase nunca é utilizado, exceto em referência a importações estadunidenses. O termo serial (folhetim) é o usado para dramas televisivos britânicos de curta duração, que têm sido um dos elementos principais da programação televisiva britânica desde o início dos anos 50 quando serials como The Quatermass Experiment (1953) estabeleceram a popularidade do formato. A série The Prisoner de Patrick McGoohan, originalmente com sete episódios, foi expandida para 17, devido a preocupações do estúdio de que uma série tão pequena seria difícil de vender. 'Minissérie' é no entanto usado como um tipo de exônimo para séries britânicas nos Estados Unidos, onde a típica duração de seus episódios é considerada curta.

Muito raramente, um episódio em várias partes dentro de uma série longa pode também ser chamado de "minissérie", e em alguns casos, uma minissérie torna-se o episódio piloto de uma produção mais longa.

AustráliaEditar

Minisséries australianas incluem Against The Wind (1978), The Dismissal (1983), Scales Of Justice (1983), Bodyline (1984), The Cowra Breakout (1985), Anzacs (1985), Bankok Hilton (1989) e Brides Of Christ (1991).

Ver tambémEditar

Referências

  1. «O QUE É SÉRIE, MINISSÉRIE E MICROSSÉRIE?». Webnotes. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  2. «Macrossérie "Jezabel" vai substituir "Jesus" na Record». UOL. Consultado em 23 de fevereiro de 2019 
  Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.