Linha de pobreza

(Redirecionado de Linha da pobreza)

Linha de pobreza é o termo utilizado para descrever o nível de renda anual com o qual uma pessoa ou uma família não possui condições de obter todos os recursos necessários para viver. A linha de pobreza é, geralmente, medida em termos per capita (expressão latina que significa "por cabeça") e diversos órgãos, sejam eles nacionais ou internacionais, estabelecem índices de linha de pobreza.

Índices de Linha de PobrezaEditar

Não há consenso sobre qual critério deve ser adotado como linha de pobreza.

Um dos mais bem aceitos é o do Banco Mundial, que por muitos anos usou como linha-padrão de pobreza aqueles que viviam com menos de 1 dólar por dia.[1][2] Em 2015, o organismo internacional fez uma atualização no valor do índice, elevando-o ao patamar de US$ 1,90 por dia em termos de paridade de poder de compra (PPC).[3][4] O valor de US$ 1,90 representa a média das linhas da pobreza encontradas nos 15 países mais pobres, segundo consumo e renda por pessoa.

A partir de 2018, o Banco Mundial passou a adotar uma nova referência para o indicador condizente com as diferenças entre os países, estabelecendo três faixas de extrema pobreza para países com diferentes níveis de renda: US$ 1,90 por dia para países de renda baixa, US$ 3,20 por dia para países de renda média-baixa e US$ 5,50 para países de renda média-alta.[5] Assim, quanto maior for o nível de renda média de um país, maior a linha de pobreza para que se mantenha a correspondência com o nível de rendimento médio de sua população.[5][6] O Brasil[7] é um exemplo de país de renda média-alta, logo, a linha de pobreza recomendada pelo Banco Mundial é de US$ 5,50 PPC por dia. Já Angola[8] é um exemplo de país de renda média-baixa, logo a linha de pobreza recomendada pelo Banco Mundial é de US$ 3,20 PPC por dia. E Moçambique[9] é um exemplo de país de renda baixa, logo a linha de pobreza recomendada pelo Banco Mundial é de US$ 1,90 PPC por dia.

No BrasilEditar

O Governo Federal adota como medida de extrema pobreza renda domiciliar mensal per capita abaixo de R$ 89,00 por pessoa em valores de 2019.[10]

Em PortugalEditar

Em Portugal o limiar de pobreza, em 2015, era de 5269 euros anuais, ou seja 439 euros em 12 vezes.[11]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Pobreza absoluta atinge 1,3 bilhão». Folha de S.Paulo. 17 de outubro de 1997. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  2. «As dimensões da pobreza». Ipea. 11 de janeiro de 2007. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  3. «Banco Mundial atualiza valor da linha da pobreza para US$ 1,90 por dia». ONU news. 5 de outubro de 2015. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  4. «Banco Mundial atualiza valor da linha da pobreza para US$ 1,90 por dia». EBC. 7 de outubro de 2015. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  5. a b «Quase Metade do Mundo Vive com Menos de USD $5.50 por Dia». World Bank. 17 de outubro de 2018. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  6. «Pobreza extrema afeta 13,7 milhões brasileiros, diz IBGE». Folha de S.Paulo. 12 de novembro de 2020. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  7. «Brasil». World Bank. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  8. «Angola». World Bank. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  9. «Moçambique». World Bank. Consultado em 12 de novembro de 2020 
  10. «MINISTÉRIO DA CIDADANIA Secretaria Especial do Desenvolvimento Social». Consultado em 23 de maio de 2019  line feed character character in |título= at position 24 (ajuda)
  11. «PORDATA- Limiar de risco de Pobreza». 16 de Maio de 2016. Consultado em 30 de Outubro de 2017