Abrir menu principal

Lista de obras de Santo Agostinho

Santo Agostinho no seu Estudo, de Sandro Botticelli, 1480, fresco na Igreja de Todos os Santos, em Florença, Itália

Esta é uma lista das obras publicadas pelo bispo, teólogo e santo cristão Agostinho de Hipona que viveu nos séculos IV e V.

Agostinho foi um dos autores latinos mais prolíficos em termos das obras que chegaram até ao presente, contando nas suas obras mais de uma centena de títulos em separado.[1] Nelas se incluem obras apologéticas contra as heresias dos arianos, donatistas, maniqueistas e pelagianistas; textos sobre doutrina cristã, em especial De Doctrina Christiana (Sobre a Doutrina Cristã); obras exegéticas como os comentários sobre o Livro do Génésis, os Salmos e a Epístola aos Romanos de S. Paulo; muitos Sermões e Cartas; e as Retractações, uma revisão das suas obras anteriores que ele escreveu perto do final da sua vida.

Para além destas obras, Agostinho é provavelmente mais conhecido pelas suas Confissões, que é um relato pessoal da sua vida inicial, e por De civitate dei (A Cidade de Deus) que consta de 22 livros e que ele escreveu para restaurar a confiança dos seus correligionários cristãos, a qual tinha sido fortemente abalada pelo saque de Roma pelos Visigodos em 410. A sua obra De Trinitate (Sobre a Trindade), em que desenvolve o que passou a ser conhecido como a analogia psicológica da Trindade, conta-se também entre as suas obras-primas, e é sem dúvida uma das maiores obras teológicas de sempre. Também escreveu Sobre o livre arbítrio (De libero arbitrio), analisando por que razão Deus dá aos humanos liberdade de decisão que pode ser usada para o bem ou para o mal.

ObrasEditar

  • Sobre o Belo e o Correcto (em latim: De Pulchra et Apto, 380)
  • Sobre a Doutrina Cristã (em latim: De doctrina Christiana, 397–426)
  • Sobre a Trindade (De trinitate, 400–416)
  • Sobre o livre arbítrio (De libero arbitrio)
  • Enchiridion (Enchiridion ad Laurentium, seu de fide, spe et caritate)
  • Retratamentos[2] (Retractationes, c. 426 – 428)
  • Sobre o significado do Génesis (De Genesi ad litteram)
  • Sobre a catequese dos não instruidos (De catechizandis rudibus)
  • Sobre fé e o credo (De fide et symbolo)
  • Sobre a fé no invisível (De fide rerum invisibilium)
  • Sobre a utilidade do crer (De utilitate credendi)
  • Sobre o credo e os catecumenos (De symbolo ad catechumenos)
  • Sobre a continência (De continentia)
  • Sobre o professor (De magistro, um diálogo entre Agostinho e o seu filho Adeodato)
  • Sobre o bem do casamento (De bono coniugali)
  • Sobre a Santa Virgindade (De sancta virginitate)
  • Sobre o bem da viuvez (De bono viduitatis)
  • Sobre a mentira (De mendacio)
  • Contra a mentira [Consentimento para] (Contra mendacium [ad Consentium])
  • Sobre heresias e o que Deus quer (De haeresibus ad Quodvultdeum)
  • Sobre a obra dos monges (De opere monachorum)
  • Sobre a paciência (De patientia)
  • Sobre cuidados com os mortos (De cura pro mortuis gerenda)
  • Sobre a moral da Igreja Católica e sobre a moral dos Maniqueistas (De moribus ecclesiae catholicae et de moribus Manichaeorum)
  • Sobre duas almas [contra os Maniqueístas] (De duabus animabus [contra Manichaeos])
  • [Registos] contra Fortunatus [Maniqueísta] ([Acta] contra Fortunatum [Manichaeum])
  • Contra a epístola dos Maniqueístas chamada fundamental (Contra epistulam Manichaei quam vocant fundamenti)
  • Contra Faustus [Maniqueísta] (Contra Faustum [Manichaeum])
  • Sobre a natureza do bem contra Maniqueístas (De natura boni contra Manichaeos)
  • Sobre o Baptismo [Contra os Donatistas] (De baptismo [contra Donatistas])
  • Sobre a correcção dos Donatistas (De correctione Donatistarum)
  • Sobre o mérito e remissão dos pecadores e o baptismo das crianças (De peccatorum meritis et remissione et de baptismo parvulorum)
  • Sobre o espírito e a letra (De spiritu et littera)
  • Sobre a natureza e a graça (De natura et gratia)
  • Sobre a perfeição da justiça humana (De perfectione iustitiae hominis)
  • Sobre os procedimentos de Pelagius (De gestis Pelagii)
  • Sobre a graça de Cristo e o pecado original (De gratia Christi et de peccato originali)
  • Sobre o casamento e a concupiscência (De nuptiis et concupiscientia)
  • Sobre a natureza e origem da alma (De natura et origine animae)
  • Contra duas cartas dos Pelagianistas (Contra duas epistulas Pelagianorum)
  • Sobre a graça e o livre arbítrio (De gratia et libero arbitrio)
  • Sobre correção e graça (De correptione et gratia)
  • Sobre a predestinação dos santos (De praedestinatione sanctorum)
  • Sobre o dom da perseverança (De dono perseverantiae)
  • Sobre o Sermão do Monte do Senhor (De sermone Domini in monte)
  • Sobre a harmonia dos evangelhos (De consensu evangelistarum)
  • Tratado sobre o Evangelho de S. João (In Iohannis evangelium tractatus)
  • Solilóquios, dois livros (Soliloquiorum libri duo)
  • Narrações dos Salmos (Enarrationes in Psalmos)
  • Sobre a imortalidade da alma (De immortalitate animae)
  • Contra as cartas de Petiliano (Bispo de Cirta) (Contra litteras Petiliani)
  • Contra Académicos (Contra Academicos)
  • Sobre oitenta e três diversas questões (De diversis quaestionibus octaginta tribus, 396)
  • Sermões, entre os quais um conjunto de lições do Novo Testamento
  • Homilias, entre as quais uma série sobre a primeira Epístola de João

TraduçõesEditar

InglêsEditar

São inúmeras as publicações das obras de Agostinho em inglês. Uma das melhores traduções de Agostinho para inglês atualmente disponível é a oferecida pela New City Press na série The Works of St. Augustine: A translation for the 21st Century.[3] Até ao presente, esta é também a mais completa tradução das obras de Agostinho em inglês.[4] A segunda mais completa tradução das obras de Agostinho em inglês é a da Catholic University of America Press.[5] A Stanford Encyclopedia of Philosophy oferece uma lista selecionada de traduções,[6] que contudo não reclama ser exaustiva.

PortuguêsEditar

Lista não exaustiva de publicações mais recentes

  • Santo Agostinho, Confissões, Editor: Apostolado da Oração, ISBN: 2200008383602, EAN: 220-0008383602
  • Santo Agostinho, Confissoes, Editor: Alvorada, ISBN: 9788572324847, EAN: 978-8572324847
  • Santo Agostinho, Confissoes, Editor: Vozes, 2014
  • Santo Agostinho, Confissões, Edição Bilingue; Edição/reimpressão:2004; Páginas: 780; Editor: INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda; ISBN: 9789722713269
  • Santo Agostinho, Confissões de Um Pecador, Edição/reimpressão:2007; Editor: Coisas de Ler; ISBN: 9789728710743
  • Santo Agostinho, Diálogo Sobre a Felicidade, Editor: Edições 70, Coleção: Textos Filosóficos, ISBN: 9789724413846; EAN: 978-9724413846; Número de Páginas: 112
  • Santo Agostinho, Cidade de Deus, Editor: Fundação Calouste Gulbenkian, 2006; ISBN: 9789723108972; EAN: 978-9723108972
  • Santo Agostinho, O Mestre (com Maria Leonor Xavier e António Soares Pinheiro); Edição/reimpressão:2006; Editor: Porto Editora; ISBN: 978-972-0-41078-8; Coleção: Filosofia-Textos
  • Santo Agostinho, O Mestre - Diálogo entre pai e filho sobre a linguagem e a descoberta da verdade interior; Edição/reimpressão:2010; Editor: Largebooks; ISBN: 9789899601222; Coleção: Earth Gift
  • Santo Agostinho; Trindade - De Trinitate; Edição bilingue; Edição/reimpressão:2007; Páginas: 1248; Editor: Paulinas Editora; ISBN: 978972751857 (Prémio de Tradução Científica e Técnica em Língua Portuguesa 2008, atribuído pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e pela União Latina)
  • Santo Agostinho; Diálogo Sobre o Livre Arbítrio; Edição/reimpressão:2001; Páginas: 390; Editor: INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda; ISBN: 9789722711029

ReferênciasEditar

  1. F. A. Wright e T. A. Sinclair, A History of Later Latin Literature, Londres, 1931, pp. 56 ff.
  2. No final da sua vida, Agostinho revisitou as suas anteriores obras por ordem cronológica. A tradução literal do título pode levar inadvertidamente a pensar que, no final da sua carreira, Agostinho poderia ter revogado as suas anteriores posições teológicas. De facto, o termo em latim significa literalmente 're-tratamentos" (e não "Retratações") e embora nesta obra Agostinho expresse o que teria dito de outra forma, pouco apresenta que se possa considerar de facto como "retratação". Dá, porém, ao leitor uma imagem rara do desenvolvimento de um escritor e dos seus últimos pensamentos.
  3. As traduções por Maria Boulding de Confissões e de Narrações dos Salmos, em especial, mereceram grande louvor. Por exemplo, a Catholic Library World refere em relação a Confissões: "Toda uma nova geração deverá ficar apaixonada por uma das maiores obras da Cristandade graças a Maria Boulding." Ver também o reconhecimento expresso no seu obituário pelo Independent [1]
  4. Veja-se uma lista das obras disponíveis em New City Press [2].
  5. Ver a lista das obras disponíveis em Catholic University of America Press[https://web.archive.org/web/20120317031339/http://cuapress.cua.edu/BOOKS/catalog/author/index.cfm?letter=A Arquivado em 17 de março de 2012, no Wayback Machine.].
  6. Saint Augustin, Stanford Encyclopedia of Philosophy [3]

Ligações externasEditar

  • Agostinho de Hipona, Sobre o Casamento e a Concupiscência (De nuptiis et concupiscientia) em inglês, disponível em New Advent, [4]
  • Michael Mendelson, Saint Augustine, 2000, 2010, Stanford Encyclopedia of Philosophy, [5]
  • Obras de Agostinho de Hipona digitalizadas na Somni, Universidade de Valência [6].
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Augustine of Hippo bibliography».