Abrir menu principal

Livro de Senhores (em persa médio: Khwadāy-Nāmag) foi um texto histórico em persa médio do Império Sassânida, agora perdido, imaginado primeiro por Theodor Nöldeke como tendo sido ancestral comum de todas as histórias em língua persa do Império Sassânida.[1] Pensou-se que foi traduzido pela primeira vez ao árabe por ibne Almocafa (m. 757), que teve acesso aos documentos da corte sassânida. Segundo a teoria de Nöldeke, hoje refutada,[2] o livro foi composto primeiro sob o reinado do Cosroes I (r. 537–579) e reeditado no reinado do xá Isdigerdes III (r. 632–651). A tradução árabe teria sido fonte primária do livro persa Épica dos Reis (Shahnameh) de Ferdusi.[3]

Referências

BibliografiaEditar

  • Bonner, M. R. Jackson (2011). «Three Neglected Sources of Sasanian History in the Reign of Khusraw Anushirvan». Paris. Cahiers de Studia Iranica. 46 
  • Yarshater, Ehsan (1983). «10 (b) Iranian National History». The Cambridge History of Iran, Vol. 3: The Seleucid, Parthian, and Sasanian periods. Cambrígia: Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-20092-9