Abrir menu principal
Baú da Felicidade Crediário
Razão social BF Utilidades Domésticas Ltda.
Loja
Slogan A vista ou a prazo, tá muito barato!
Fundação 2007
Fundador(es) Silvio Santos
Encerramento 2011
Sede São Paulo, SP
Área(s) servida(s) São Paulo, Paraná, Minas Gerais
Proprietário(s) Silvio Santos (2007-2011)
Luiza Helena Trajano (2011 - atual)
Presidente Luiza Helena Trajano
Antecessora(s) Baú da Felicidade
Sucessora(s) Magazine Luiza

As Lojas do Baú Crediário foi uma rede varejista do Grupo Silvio Santos no ramo do varejo. A primeira loja foi inaugurada em setembro de 2007 em Santo André. A meta da empresa era abrir lojas nas regiões Sul e Sudeste do país e disputar com as gigantes do setor, as Casas Bahia e o Ponto Frio, por exemplo. Em Junho de 2011, a rede possuia 127 lojas, 100 no estado do Paraná, 26 em São Paulo e 1 em Minas Gerais.

Índice

HistóriaEditar

Ao final da venda do carnê do Baú em 2007, o Grupo Silvio Santos decidiu investir, em um novo modelo de vendas: O Crediário. Para isso, transformou algumas de suas "Lojas do Baú" em "Lojas do Baú Crediário". Em junho de 2009 o Grupo Silvio Santos comprou a rede Lojas Dudony pela quantia de R$25,6 milhões,[1] inaugurando no mesmo ano, aproximadamente 100 lojas no Paraná com a marca Baú da Felicidade Crediário.[2][3]

Venda para o Magazine LuizaEditar

Em junho de 2011 O Grupo Silvio Santos vende o "Baú da Felicidade Crediário" para o Magazine Luiza. A aquisição, avaliada em R$ 83 milhões, prevê a compra de 121 lojas localizadas no Paraná, Minas Gerais e São Paulo, além dos respectivos contratos de locação, equipamentos e instalações das lojas, dos escritórios e centros de distribuição, incluindo sistemas de informática (hardwares e softwares) e a propriedade da base de clientes (cerca de 3 milhões). O Motivo, alegado pelo Grupo Silvio Santos, foi de que as lojas, não possuiam condições de concorrer com grandes empresas globais de varejo.

Ver tambémEditar

Referências