Lopo Gomes de Lira

Lopo Gomes de Lira (Galiza, 1350 -?) foi um cavaleiro medieval e fidalgo português como é afirmado na Crónica de el-rei D. João I escrita pelo cronista Fernão Lopes, por ordem do Rei D. Duarte.

Recebeu a terra de Fraião (em Valença do Minho e Paredes de Coura) corria o ano de 1381, doação essa feita pelo rei D. Fernando I de Portugal . Exerceu o cargo de meirinho mor de entre Douro e Minho corria o ano de 1376, cargo que manteve até pelo menos 1382. Ocupava a localidade de Ponte de Lima em 1385 quando D. João I tomou posse da referida Vila.

O antigo concelho de Geraz do Lima que era constituído pelas freguesias de Santa Leocádia de Geraz do Lima, Santa Maria de Geraz do Lima, Moreira de Geraz do Lima e Deão, recebeu foro das mãos do rei D. Manuel I de Portugal em 2 de Junho de 1515. "Esta terra foi donatária do Cavaleiro Lopo Gomes de Lira, valido que foi do rei D. Fernando, e tido como acérrimo partidário de D. Leonor Teles".

Mas não obstante o rei castelhano ter preso e desterrado Leonor Teles em Tordesilhas, Lopo Gomes de Lira tomou o partido de D. Beatriz de Portugal e do Rei João I de Castela, ou seja, o partido castelhano, e por causa disso e da sua inútil tentativa de resistência em Ponte de Lima, o rei D. João I confiscou-lhe os bens e deu Geraz do Lima primeiro a Rui Mendes de Vasconcelos e mais tarde a Fernão Anes de Lima que era um fidalgo galaico, dedicado ao valente fundador da Dinastia Avisense a ponto de pôr de parte os seus próprios interesses para servir e ajudar o rei no Cerco de Tui.

Relações familiaresEditar

Casou com Teresa Gomes de Abreu (1375 -?), filha de Vasco Gomes de Abreu (1320 - 1386) e de Maria Roiz de Portocarreiro (1360 -?), de quem teve:

  1. Afonso Gomes de Lira, senhor de Lira (1390 -?) casou com D. Mécia Anes de Gand.
  2. Isabel Lopes de Lira (1420 -?) casou com Álvaro Gomes de Abreu, alcaide-mor do Castelo de Neiva.
  3. Ana Gomes de Lira (1390 -?) casou com Gil Vasques Bacelar III (1390 -?).

ReferênciasEditar

  • Nobiliário das Famílias de Portugal, Felgueiras Gayo, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989. vol. I-pg. 47 (Abreus) e vol. VI-pg. 377 (Liras).
  • Livro dos Forais Novos do Minho, folha 87, col. II.
  • Vasco de Bettencourt de Faria Machado e Sampaio, Linhages de Abreus Universitária Editora, 1ª Edição, Lisboa, 1998, pág. 49.

Ligações externasEditar