Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLourinhasaurus
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Sauropsida
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Infraordem: Sauropoda
Superfamília: Eusauropoda
Família: Eusauropoda
Género: Lourinhasaurus
Dantas et al., 1998
Espécie: L. alenquerensis
Nome binomial
Lourinhasaurus alenquerensis
(Lapparent e Zbyszewski, 1957)

Lourinhasaurus alenquerensis foi um dinossáurio saurópode do Jurássico Superior Português.

Inicialmente descrito por Albert Lapparent e Georges Zbyszewski como uma nova espécie de Apatosaurus[1], ele foi posteriormente interpretado como uma possível nova espécie Camarasaurus[2] e finalmente foi renomeado como Lourinhasaurus alenquerensis.

Os seus primeiros registros foram encontrados em Moinho do Carmo perto da vila portuguesa de Alenquer na década de 1950. As primeiras sete vértebras torácicas possuem espinhas neurais relativamente altas e bifurcadas. Novos estudos, tendo em conta as novas descobertas, sugerem que o Lourinhasaurus é um membro basal dos Macronaria, sendo um parente próximo do Camarasaurus.

Os paleontólogos Pedro Dantas, José Luís Sanz, Carlos Marques da Silva, Francisco Ortega, Vanda Faria dos Santos e Mário Cachão[3] definiram com base no exemplar encontrado em Moinho do Carmo um novo género para esta espécie, o género Lourinhasaurus mas confundindo-o em com o exemplar em Porto Dinheiro (Lourinhã) descoberto em 1987 e escavado pelo Museu Nacional de História Natural e Museu da Lourinhã, que posteriormente deu origem ao diplodocídeo Dinheirosaurus lourinhanensis[4].

A revisão sistemática deste táxon por Mocho et al. (2014) conclui que Lourinhasaurus é uma foma aparentada com o género Norte Americano Camarasaurus, e os dois constituem um grupo monofilético, Camarasauridae.

Lourinhasaurus não deve ser confundido com o Lourinhanosaurus, um dinossáurio terópode proveniente de Lourinhã.

Referências

  1. Lapparent, A.F. de; & Zbyszewski, G. 1957: Les dinosauriens de Portugal. Mém. Serv. géol. Port. 2: 1-63.
  2. McIntosh, J.S. 1990. Sauropoda. In Weishampel, D.B.; Dodson, P.; & Osmólska, H. (eds.): The Dinosauria. Berkeley (University of California Press): 345-401.
  3. Dantas, P.; Sanz, J. L.; Marques da Silva, C.; Ortega, F.; dos Santos V.F.; & Cachão, M. 1998: Lourinhasaurus n. gen. Novo dinossáurio saurópode do Jurássico superior (Kimmeridgiano superior-Tithoniano inferior) de Portugal. Comunicações do Instituto Geológico e Mineiro 84 (1A) : 91-94
  4. Bonaparte, J.F. and Mateus, O., 1999. A new diplodocid, Dinheirosaurus lourinhanensis gen. et sp. nov., from the Late Jurassic beds of Portugal. Revista del Museo Argentino de Ciencias Naturales5(2), pp.13-29.

FontesEditar

  • Antunes, M.T.; & Mateus, O. 2003: Dinosaurs of Portugal. Comptes Rendus Palevol 2(1): 77-96.
  • Mocho, P; Royo-Torres, R. & Ortega, F. 2014: Phylogenetic reassessment of Lourinhasaurus alenquerensis, a basal Macronaria (Sauropoda) from the Upper Jurassic of Portugal. Zoological Journal of the Linnean Society, 2014. DOI: 10.1111/zoj.12113.
  • Lourinhasaurus no site Dinossauros de Portugal.
  Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.