Abrir menu principal

BiografiaEditar

Ele fez o curso de Engenharia, mas abondonou-o na metade para fazer teatro. O passo seguinte foi um estágio no Centro Experimental de Cinema, onde passou a escrever roteiros, estreando como diretor na década de 1940.

Ganhou prestígio em 1946 quando dirigiu Aldo Fabrizi em "Viver em Paz", uma comédia recheada de elementos dramáticos. Essa foi aliás a sua marca, realizar comédias que tivessem uma boa dose dramática inserida nelas.

Seus filmes mais conhecidos foram "Cidade da Perdição"; "A Romana" com Gina Lollobrigida e "Bisturi, a Máfia Branca" com Enrico Maria Salerno.