Mário Tupinambá

ator brasileiro

Juvemário de Oliveira Tupinambá (Nazaré das Farinhas, 26 de abril de 1932Rio de Janeiro, 27 de setembro de 2010) foi um humorista e redator brasileiro, conhecido por ter interpretado o personagem Bertoldo Brecha, parodia do dramaturgo Bertolt Brecht, na Escolinha do Professor Raimundo e da Escolinha do Barulho.[1][2][3] Entre os bordões imortalizados pelo personagem de Mário Tupinambá estão “Zé fini, tá na boca do Brasi”, "Camarão é a mãe" e "Veeeeeenha!". Era também redator de humorísticos, tendo trabalhado em diversos programas televisivos de Chico Anysio.

Mário Tupinambá
Mário Tupinambá
Mário Tupinambá, caracterizado como o personagem Bertoldo Brecha na Escolinha do Professor Raimundo
Nome completo Juvemário de Oliveira Tupinambá
Nascimento 26 de abril de 1932
Nazaré das Farinhas, BA, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Morte 27 de setembro de 2010 (78 anos)
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Ocupação humorista e redator

Morreu no dia 27 de setembro de 2010, no Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, onde estava internado desde 8 de agosto. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o ator morreu pela manhã, em decorrência de um choque cardiogênico, pois sofria de insuficiência cardíaca e diabetes. O humorista foi velado no Cemitério São João Batista e sepultado no Cemitério do Caju. Ele era pai do ator e dublador Mário Tupinambá Filho, da atriz Daniela Tupinambá, e também de George, Márcia, Daniel, Déborah e Ana Tupinambá.

Trabalhos na televisão editar

Programa Ano Personagem
Chico em Quadrinhos 1972 Bertoldo Brecha
Chico City 1973 a 1980
Chico Total 1981, 1996
Chico Anysio Show 1987
Escolinha do Professor Raimundo 1990 a 1995
Escolinha do Barulho 1999 a 2001
Escolinha da Fama 2005 a 2007
Zorra Total 2007/2008 Deputado Baiano

Referências

Ligações externas editar

  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.