Abrir menu principal

Ara Ketu ao Vivo

(Redirecionado de Mal Acostumado)
Ara Ketu ao Vivo
Álbum ao vivo de Ara Ketu
Lançamento 15 de agosto de 1998
Gravação Área Verde do Othon Hotel, Salvador, dias 1 e 2 de julho de 1998
Gênero(s) pagode baiano
Duração 1:05:58
Idioma(s) Português
Formato(s) CD, DD[1]
Gravadora(s) Columbia
Produção Perto da Selva Produções
Cronologia de Ara Ketu
Prá Lá de Bom
(1997)
Ara Ketu e o Povo ao Vivo de Novo
(1999)
Singles de Ara Ketu Ao Vivo
  1. "Mal-Acostumada"
    Lançamento: 1998

Ara Ketu ao Vivo é o primeiro álbum ao vivo do grupo brasileiro de pagode baiano Ara Ketu, tendo sucessos como "Pipoca", "Tá na Cara", "Pra Levantar Poeira" e a então inédita "Mal-Acostumada", o principal hit do disco e que veio a aclamar de vez o grupo e foi uma das músicas mais executadas nos anos de 1998, 1999 até 2000. Foi lançado em 15 de agosto de 1998[2] pelo selo Columbia. Ganhou o disco de diamante no Brasil.[3] O disco foi gravado nas noites de 1 e 2 julho na Área Verde do Othon Hotel em Salvador.

FaixasEditar

N.º Título Duração
1. "Festa na Cidade"   5:01
2. "Mal-Acostumada"   4:23
3. "Pra Levantar a Poeira"   3:58
4. "Fanfarra"   4:03
5. "Ara Ketu Bom Demais"   4:27
6. "Sina"   4:06
7. "ô, Meu Pai"   3:43
8. "Pipoca"   4:24
9. "Maré de Emoção"   4:05
10. "Avisa a Vizinha (Vixe Maria)"   2:57
11. "Diacho de Mulher"   2:42
12. "Pot-Pourri Romântico"
  • "Sempre Será"
  • "Tentação"
  • "Nossa Guerra Santa"  
4:31
13. "Tá na Cara"   1:45
14. "Leva Direto"   3:27
15. "Pot-Pourri de Samba:"
  • "Torto Todo Mundo"
  • "Treme Treme"
  • "Torto Todo Mundo"
  • "Morena do Corpo de Mola"
  • "Samba no Tirerê"
  • "Pega no Bumbum"  
2:36
16. "Nossa Vida"   3:39
17. "Pot-Pourri Afro"
  • "África"
  • "Uma História de Ifá"
  • "Deus do Fogo da Justiça"  
3:47
18. "Princípio do Mundo"   2:14
Duração total:
1:05:58

MúsicosEditar

  • Tatau: voz
  • Zéu Góes: baixo
  • Bentes: sax tenor e coro em todas as músicas, exceto "Sina"
  • Marão: repique
  • Tinho Oliveira: repique
  • Lelê: repique
  • Gil Resende: bateria
  • Birro Pacheco: guitarras e coro em todas as músicas, exceto "Sina"
  • Alexandre Cortes: teclados e repique

Músicos convidadosEditar

  • Cláudio: congas, timbau, repique, pandeiro e efeitos
  • Jaciel: treme-terra e marcação
  • Wilson: marcação, timbau, chocalho e repique
  • Cristiano: Treme-terra
  • Sergio Galvão: sax
  • Zeca do Trombone: trombone
  • Dum Dum: Trompete
  • Meg Evans: coro em todas as músicas, exceto "Sina"
  • Virgílio: coro em todas as músicas, exceto "Sina"
  • Eliana: Coro em "Pipoca", "Mal-Acostumada", "Fanfarra", "Sina", "Nossa Vida (Pot-Pourri Romântico)", "Pra Levantar Poeira" e "Ô Meu Pai"
  • Elianete: Coro em "Pipoca", "Mal-Acostumada", "Fanfarra", "Sina", "Nossa Vida (Pot-Pourri Romântico)", "Pra Levantar Poeira" e "Ô Meu Pai"
  • Elizete: coro em "Diacho de Mulher", "Maré de Emoção", "Leva Direito" ,"Pot-Pourri Romântico" e "Pot-Pourri Afro"
  • Eliete: coro em "Diacho de Mulher", "Maré de Emoção", "Leva Direito" ,"Pot-Pourri Romântico" e "Pot-Pourri Afro"
  • Keka: Coro em "Pipoca", "Mal-Acostumada", "Fanfarra", "Sina", "Nossa Vida (Pot-Pourri Romântico)", "Pra Levantar Poeira" e "Ô Meu Pai", "Pot-Pourri Romântico", "Pot-Pourri Afro", "Diacho de Mulher", "Leva Direito" e "Maré de Emoção"
  • Martha Vasconcelos: Coro em "Pipoca", "Mal-Acostumada", "Fanfarra", "Sina", "Nossa Vida (Pot-Pourri Romântico)", "Pra Levantar Poeira" e "Ô Meu Pai", "Pot-Pourri Romântico", "Pot-Pourri Afro", "Diacho de Mulher", "Leva Direito" e "Maré de Emoção"
  • Giselle Prates: coro em "Pra Levantar Poeira" e "Ô Meu Pai"

Ficha TécnicaEditar

  • Direção artística: Miguel Plopschi
  • Produção: Perto da Selva Produções
  • Direção de produção: Vera Lacerda e Jorginho Sampaio
  • Produção executiva: Vera Lacerda e Manolo Pousada
  • Arranjos: Banda Ara Ketu
  • Seleção de repertório: Manolo Pousada e Vera Lacerda
  • Direção musical: Birro Pacheco e Zéu Góes
  • Coordenação de produção: Dalmo Beloti
  • Gravado em Salvador-BA na Área Verde do Othon em 1 e 2 de julho de 1998
  • Técnicos de gravação: Luiz Carlos T. Reis
  • Assistente: Neno
  • Complementos gravados nos Estúdios WR, em Salvador-BA
  • Técnico WR: Ramos
  • Assistentes WR: Faustão
  • Complementos na Companhia dos Técnicos, Rio de Janeiro-RJ
  • Técnico: Mário Jorge Bruno
  • Assistente: Sinistro
  • Mixado e masterizado na Companhia dos Técnicos, Rio de Janeiro-RJ em julho de 1998
  • Mixagem: Luiz Carlos T. Reis, Vera Lacerda, Birro Pacheco e Zéu Góes
  • Masterização: Vanius Marques e Ricardo Essucy
  • Contra-regras: Marcelo e Dinde
  • Projeto gráfico: Ray Vianna e David Glot
  • Fotografias: David Glot
  • Ilustração digital (Ofá de Oxossi): Ray Vianna
  • Assistente de arte: Kandão
  • Assistente de fotografia: Vivaldo Santos Filho
  • Coordenação gráfica: Carla Framback
  • Arte-final: L&A Studio e Imagem

CertificaçõesEditar

País Certificação Data Vendas certificadas
  Brasil (ABPD)[3]   Diamante[3] 1998[3] 1.000.000*
*número de vendas baseado na certificação

Referências

  1. «Ara Ketu: Ao Vivo de Ara Ketu». iTunes. Consultado em 17 de junho de 2013 
  2. «Ara Ketu/Ao Vivo». Terra Sonora. Consultado em 17 de junho de 2013. Arquivado do original em 25 de agosto de 2011 
  3. a b c d «Álbuns certificados de Ara Ketu». ABPD. Consultado em 17 de junho de 2013