Maladeta

montanha dos Pirenéus aragoneses

O pico da Maladeta (em castelhano: Pico de la Maladeta) é o sétimo pico mais alto dos Pirenéus, atingindo a altitude de 3 308 m. Faz parte do maciço da Maladeta situado na zona do vale de Benasque e é constituído por terrenos paleozoicos de natureza granítica e materiais mesozoicos que lhe servem de cobertura. Está dividido em duas partes, Maladeta Ocidental (6 ha) e Oriental (31 ha)[1].

Maladeta
—  acidente geográfico  —
Maladeta
Localização
Localização em mapa dinâmico.
Coordenadas 42° 38' 47" N 0° 38' 25" E
Continente
País(es)
  • Espanha
Localização Benasque, Província de Huesca, Flag of Spain.svg Espanha
Características gerais
Tipo
Cordilheira Pirenéus
Dimensões
Altitude 3308 m (10853 pés)
Proeminência 110 m
Cume-pai: Monte Aneto
Montanhismo
Primeira ascensão 1817 por Johann Jacob Friedrich Wilhelm von Parrot
Rota mais fácil Norte, pelo glaciar a partir do refúgio de La Renclusa

Situa-se no Parque Natural Posets-Maladeta, município de Benasque, província de Huesca, comunidade autónoma de Aragão, a curta distância a noroeste do Monte Aneto, o seu cume-pai[2]. Foi escalado pela primeira vez em 1817 pelo naturalista Johann Jacob Friedrich Wilhelm von Parrot.

Nas suas encostas nasce o rio Ésera.

Referências

  1. «Glaciares do maciço de La Maladeta». Consultado em 22 de julho de 2011. Arquivado do original em 19 de abril de 2009 
  2. peakbagger.com. «Pico de la Maladeta , Spain». Consultado em 22 de julho de 2011 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Maladeta