Abrir menu principal

Manuel Maria Baltazar

Manuel Maria Baltazar
Nascimento 20 de novembro de 1927
Morte 9 de dezembro de 1992 (65 anos)
Ocupação maestro, compositor

Manuel Maria Baltazar (Lourinhã, 20 de novembro de 1927Lisboa, 9 de dezembro de 1992) foi um músico, maestro e chefe de banda militar português.

BiografiaEditar

Aos 16 anos veio a integrar a banda da Guarda Nacional Republicana, vindo mais tarde a concorrer à Banda da Marinha Portuguesa onde atingiu o topo da carreira com o posto de Capitão-tenente.[1]

Manteve-se na chefia da Banda da Marinha Portuguesa entre 1976 e 1987.[2] Foi ainda autor de várias composições e arranjos musicais tendo também sido maestro de várias Bandas civis entre as quais a Banda da Lourinhã - sua terra natal.

Enquanto maestro da banda da Sociedade Filarmónica União Seixalense, dirigiu-a no disco que comemorou o centenário da coletividade, a 1 de junho de 1971, onde ficaram registadas as marchas Regresso de um Fuzileiro, Rio Sousa, Luís de Camões e Rio Lima, sendo um importante marco histórico, não só para a União Seixalense, mas também para o país, sendo poucas as filarmónicas a gravarem o seu repertório no século passado.[3]

A Câmara Municipal da Lourinhã decidiu, após o seu falecimento atribuir o seu nome a uma das avenidas da sede do concelho.[4] Também a Associação Musical e Artística Lourinhanense, da qual foi fundador, lhe prestou homenagem, dando ao seu auditório o nome do maestro.[5]

Obras MusicaisEditar

  • Em Férias - Marcha (1954)
  • Érebo - Marcha (1955)
  • Festas em Fá - Marcha
  • Musica e Foguetes - Marcha dedicada aos amigos de Cinfães e Nespereira (Cinfães)
  • Francisco de Fátima - Marcha Grave
  • Botão de Âncora - Marcha Militar
  • Fraternidade - Marcha de Desfile
  • O Aprendiz - Marcha
  • Aspirantíssimo - Marcha
  • Nas Margens do Alcoa - Marcha
  • Lísias - Marcha
  • Another Day in Paradise (arranjo)
  • Malhão de Cinfães (arranjo)
  • Pop nº1 (arranjo)
  • Cem Anos - Marcha dedicada ao centenário da Banda da Lourinhã (1978)

Estas obras encontram-se no Arquivo Musical da Banda da Lourinhã

Referências

  1. «Banda da Armada - Os maestros de ontem». Marinha portuguesa. Consultado em 20 de maio de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. José Pires de Lima. «Maestro Comandante José Joaquim de Araújo Pereira». Associação dos Oficiais da Reserva Naval. Consultado em 18 de maio de 2013 
  3. Descrição feita pelo professor e músico Mário Barradas, na coluna "Rostos do Seixal" do semanário Comércio do Seixal e Sesimbra.
  4. http://www.codigo-postal.pt/lourinha/avenida-maestro-manuel-maria-baltazar/ acedido em 19 de maio de 2013
  5. http://lazer.publico.pt/salasdeespectaculo/160278_auditorio-maestro-manuel-maria-baltazar/ acedido em 19 de maio de 2013
  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.