Marconi Electronic Systems

Marconi Electronic Systems (MES), ou GEC-Marconi como era até 1998, era o braço de defesa da General Electric Company (GEC). Foi cindida da GEC e comprada pela British Aerospace (BAe) em 30 de novembro de 1999 para formar a BAE Systems. A GEC então se renomeou Marconi plc.[1][2][3][4]

Marconi Electronic Systems Limited

A MES existe hoje como BAE Systems Electronics Limited, uma subsidiária da BAE Systems, mas os ativos foram reorganizados em outra parte da empresa. Os negócios relacionados ao MES incluem BAE Systems Submarine Solutions, BAE Systems Surface Ships, BAE Systems Insyte e Selex ES (agora parte da Leonardo SpA).[5][6]

Projetos principaisEditar

Essa é uma lista parcial:

  • Produziu 12 fragatas da classe de 16 Tipo 23. Também é o principal fornecedor de eletrônicos e equipamentos para a classe.
  • Aviônica civil, por exemplo, sistemas fly-by-wire Boeing 777
  • Parte da equipe de licitação Raytheon ASTOR
  • Submarinos da frota de classe Astute da Marinha Real
  • Míssil Anti-Armor Brimstone
  • TIALD designador laser pod
  • AI.24 Foxhunter, radar para o Tornado
  • ECR-90, radar para o Eurofighter Typhoon.
  • Membro da equipe de desenvolvimento do Boeing X-32 JSF

Armas navaisEditar

  • Torpedo Spearfish
  • Torpedo Sting Ray

Nave espacialEditar

  • Zircon (satélite)

Referências

  1. Rothman, Andrea; Landberg, Reed (15 June 1997). "Europe Defense Firms Feel Pressure to Unite". The Seattle Times
  2. «BBC News | The Company File | Defence merger on the radar». news.bbc.co.uk. Consultado em 16 de outubro de 2021 
  3. Jones, Adam (20 January 1999). "Europe cries foul as New BAe emerges". The Times
  4. Spiegel, Peter (17 July 2004). "The largest aerospace companies gather next week for the Farnborough air show but the event will be without its long-time unofficial host". Financial Times. p. 11.
  5. BAE Systems Annual Report 1999 p.22 BAE Systems plc (2000) Retrieved 27 October 2006
  6. Nevill, Louise (4 January 1999). "BAe and Marconi moving toward merger". The Scotsman. p. 17

Ligações externasEditar