Margites

O Margites (em grego: Μαργίτης) é um poema épico da Grécia antiga, que é em grande parte perdido. A partir de referências para o trabalho que sobreviveu, sabe-se que o seu personagem central é um homem extremamente estúpido chamado "Margites" (do grego antigo μάργος, margos, "lascivos"), que não sabia quem era o seu pai.[1]

ReferênciasEditar

  1. Stuart Kelly, The Book of Lost Books, New York: Random House, 2005.
  Este artigo sobre poesia ou um poema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.