Maria Cordero

Maria Cordero (Chinês 瑪俐亞) (Macau, 18 de fevereiro de 1954 - ) é uma cantora, atriz, apresentadora de TV e DJ chinesa de ascendência portuguesa. Conhecida por apresentar os populares programas de culinária Maria's Kitchen (Chinês 肥 媽 私房菜) e Good Cheap Eats, ganhou a alcunha de Fei Ma ou Fat Mama (Chinês 肥媽) pelos seus seguidores e admiradores.

Maria Cordero
Nascimento 18 de fevereiro de 1954
Macau português
Cidadania China, Portugal
Alma mater
  • Sir Ellis Kadoorie Secondary School (West Kowloon)
Ocupação atriz, cantora, apresentadora de televisãovoz
Prémios Medalha de Honra por Mérito Cultural (Governo de Hong Kong)

BiografiaEditar

Nascida no Centro Hospitalar Conde de São Januário em Macau, a 18 de fevereiro de 1954, Maria Cordero é oriunda de uma família macaense de ascendência luso-chinesa pelo lado paterno. Quando tinha apenas dez anos de idade, a sua família mudou-se para Hong Kong em busca de melhores condições de vida e trabalho, contudo apenas um ano após se terem mudado para a cidade, inesperadamente o seu pai faleceu. Visto que à época, a idade legal para trabalhar em Hong Kong era de 14 anos, Maria Cordero, que era a filha mais velha, recorreu ao uso de bilhetes de identidade de amigos mais velhos para começar então a trabalhar como recepcionista num cinema local e poder ajudar a sua mãe a sustentar os seus sete irmãos e irmãs, enquanto frequentava a escola Sir Ellis Kadoorie em West Kowloon.[1]

Anos mais tarde, enquanto trabalhava como telefonista num hotel, Maria Cordero teve a oportunidade de aprender a tocar baixo, sendo posteriormente descoberta pela banda residente do hotel que a contratou para tocar à noite. Durante vários anos, a futura cantora e apresentadora de televisão trabalhou simultaneamente como telefonista durante o dia, tocadora de baixo à noite e ainda como caixa num outro estabelecimento em regime part-time. Deixando o seu trabalho de telefonista, Maria Cordero começou então a trabalhar como cozinheira de linha numa empresa de comida take-away que servia refeições a vários escritórios, tendo ganho as suas habilidades culinárias.

Com apenas 18 anos, Maria Cordero casou-se com um pianista filipino, viúvo e colega de banda, vinte e dois anos mais velho que ela, com o qual teve dois filhos, perfilhando ainda os quatro filhos do primeiro casamento do seu marido.[2] Divorciando-se em 1989, após ter sido vítima de maus tratos, violência doméstica e adultério, quase dez anos mais tarde Maria Cordero casou-se com o engenheiro português Rick da Silva, com o qual viveu em união durante mais de vinte anos até à morte deste em 2020, vitimado por uma pneumonia enquanto travava uma batalha contra um cancro no pulmão.[3] O seu filho mais velho, Alfonso Bibi Cordero foi membro da equipa da selecção de hóquei de Hong Kong, tendo conquistado a medalha de bronze nos Jogos da Ásia Oriental de 2009.[4]

CarreiraEditar

A carreira na música e no cinema de Maria Cordero começou após a artista ter sido descoberta na inauguração de uma discoteca em 1985, tendo-se seguindo vários contratos de gravação com várias editoras discográficas, convites para desempenhar diversos papéis em filmes e realizar performances no palco por todo o país e além fronteiras.[5] O seu primeiro sucesso musical foi uma canção feita sob medida para a cantora macaense pelo produtor e compositor Teddy Robin, intitulada "Sai Hei", seguindo-se o tema "You Yi Zi Guong (Light Of Friendship)", que integrou a banda sonora do filme que serviu de inspiração a Quentin Tarantino, City on Fire de Ringo Lam em 1987, tendo Maria Cordero também feito a sua estreia cinematográfica no filme. Notabilizou-se por ter interpretado as músicas da versão cantonesa da personagem Ursula no filme da Disney, A Pequena Sereia em 1989, e ter recebido a medalha de honra por mérito cultural pelo governo de Hong Kong.

Na televisão, para além de ter participado em algumas séries ou mini-séries como convidada especial, Maria Cordero estreou-se como apresentadora de televisão no programa de culinária Maria's Kitchen, tornando-se num dos mais bem sucedidos programas televisivos culinários da China, seguindo-se os programas Good Cheap Eats em 2013 e Recipes to Live By em 2017.[6] Devido à fama dos seus programas, os seus admiradores deram-lhe a alcunha de Fat Mama.

Durante os protestos em Hong Kong de 2019 e 2020, Maria Cordero participou numa manifestação de apoio às forças policiais, apelando aos polícias que protegessem o seu povo e que os manifestantes cessassem os protestos violentos.[7] Sendo acusada de favorecer o governo, fazendo uso das suas palavras, remisturadas ao som da canção Chandelier da cantora Sia, os manifestantes anti-polícia lançaram nas plataformas sociais o vídeo intitulado "Fat Mama Has Something To Say", tornando-se viral e num dos principais hinos do movimento de protesto, sendo apenas superado pela canção "Glory To Hong Kong".[8]

FilmografiaEditar

  • City on Fire (Lung foo fung wan, 1987)
  • The Romancing Star (1987)
  • Ni OK, wo OK! (1987)
  • The Good, The Bad & The Beauty (1988)
  • The Seasons (mini-série, 1988)
  • Bet on Fire (1988)
  • Walk on Fire (1988)
  • Women Prison (1988)
  • King of Stanley Market (1988)
  • Vampire Vs. Vampire (1989)
  • Mr. Coconut (1989)
  • Mad Mission V: The Terracotta Hit (1989)
  • Crocodile Hunter (1989)
  • Hak do fuk sing (1989)
  • Da nan ren xiao zhuan (1989)
  • Mr. Sunshine (1989)
  • Carry On Yakuza (1989)
  • Aces Go Places 5 (1989)
  • Pedicab Driver (1989)
  • Little Cop (1989)
  • A Pequena Sereia (1989) (versão dobrada em cantonês)
  • Jail House Eros (1989)
  • To Spy With Love (1990)
  • Tiger on Beat 2 (1990)
  • The Banquet (1991)
  • Second To None (1992)
  • Gangs '92 (1992)
  • Fatal Love (1993)
  • The Enigma Of Love (1993)
  • Whores from the North (1993)
  • Our Neighbour Detective (1994)
  • Sexy and Dangerous (1996)
  • Street Angels (1996)
  • Lost and Found (1996)
  • Thanks for Your Love (1996)
  • 97 Aces Go Places (1997)
  • Chinese Box (1997)
  • Knock Off (1998)
  • Fing's Raver (2001)
  • Let's Love Hong Kong (2002)
  • Money Suckers (2002)
  • I Want To Get Married (2003)
  • Men Suddenly in Black (2003)
  • The Miracle Box (2004)
  • Forever Yours (2004)
  • Invisible Waves (2006)
  • Look for a Star (2009)
  • All's Well, Ends Well 2012 (2012)
  • Mr. & Mrs. Gambler (2012)
  • From Vegas to Macau (2014)
  • Delete My Love (2014)
  • From Vegas to Macau III (2016)
  • Good Take, Too! (2016)
  • Lucid Dreams (2018)

ReferênciasEditar

  1. «Maria Cordero». South China Morning Post (em inglês). 1 de maio de 2014 
  2. Yip Wai Yee (2 de junho de 2017). «Macau singer and TV host Maria Cordero says she was physically abused by her ex-husband». The Straits Times (em inglês) 
  3. Koh, Lydia (7 de novembro de 2020). «Maria Cordero's husband of 21 years passes away». The Independent Singapore News (em inglês) 
  4. «Brief History of Hockey in Hong Kong». The Hong Kong Hockey Association. 2020 
  5. «Canto countdown: Let 3 canto-pop divas help you ring in Christmas 2016 at Genting's Arena of Stars». New Straits Times Online (em inglês). 18 de outubro de 2016 
  6. Chan, Adrian (27 de março de 2017). «Celebrity chef Maria Cordero keen to prepare Malaysian cuisine». The Star (em inglês) 
  7. Pan, Donny Kwok, Penelope (28 de setembro de 2019). «Protests split Hong Kong entertainment world; many keep silent». Reuters (em inglês). Consultado em 15 de junho de 2021 
  8. Pao, Jeff (19 de setembro de 2019). «Anti-police song damned by pro-Beijing media». Asia Times (em inglês) 

Ligações externasEditar