Abrir menu principal

Tristão Guedes Correia de Queirós

(Redirecionado de Marquês da Foz)
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Marquês da Foz

Tristão Guedes Correia de Queirós, nascido em 1849, foi o 1.º Marquês e 2.º Conde da Foz. Contribuiu para a construção das linhas férreas em Portugal e ficou conhecido pelo fausto das festas que dava no seu grande palácio cito nos Restauradores (Lisboa) que pertenceu aos Marqueses de Castelo-Melhor. Correia de Queirós era um grande coleccionador de objectos de arte e recebeu o título de Marquês da Foz em 14-11-1901. O título foi outorgado em vida do 1º titular por D. Carlos I, rei de Portugal. O título de Marquês da Foz veio a ser renovado 2 vezes.

Marqueses da FozEditar

  1. Tristão Guedes Correia de Queirós (1849-1917), 2.º conde da Foz

Após a implementação da República e o fim do sistema nobiliárquico, foram pretendentes ao título Tristão Guedes Cabral Correia de Queirós]] (1903-1984) e, atualmente, Jacinto Brandão de Melo de Magalhães Guedes de Queirós (1931-). Rodrigo S. Guedes (1987-) pretendente ao Titulo

Ver tambémEditar