Masaharu Taniguchi

Líder religioso japonês


Masaharu Taniguchi (谷口 雅春 Taniguchi Masaharu?) (Kobe, 22 de novembro de 1893Nagasaki, 17 de junho de 1985) foi um líder religioso japonês, fundador da Seicho-No-Ie. [1]

Masaharu Taniguchi
谷口 雅春
Outros nomes 谷口雅春
Conhecido(a) por Fundador da Seicho-No-Ie
Nascimento 22 de novembro de 1893
Kobe, Japão
Morte 17 de junho de 1985 (91 anos)
Nagasaki, Japão
Nacionalidade japonêês
Cônjuge Teruko Taniguchi
Alma mater Universidade de Waseda
Ocupação Líder religioso
Religião Seicho-No-Ie

Por causa de seu profundo amor e compaixão pela humanidade, ele sofria com as várias contradições deste mundo, onde os fracos se tornam vítimas dos fortes. A fim de descobrir a exata origem de tais distorções e realidades, estudou diversas filosofias e religiões, tanto antigas como novas.[2]

Após infatigável esforço, com dias e noites em ardorosas orações, finalmente recebeu a Revelação Divina, enquanto estava mergulhado em profunda meditação. Esta lhe foi dada semelhante a uma voz de comando, que parecia dizer: "A matéria é nada. O corpo físico é nada. Todos os fenômenos, no mundo da matéria, são nada. O que existe verdadeira e eternamente é Deus e Sua manifestação. O homem é, na realidade, um filho de Deus. Ele não é matéria, mas existência espiritual. O homem já é um ser perfeito. Tudo em nosso ambiente é simplesmentes o reflexo de nossa própria mente".

Ele então, passou a transmitir essa Verdade maravilhosa ao maior número de pessoas, que conheceram a Imagem Verdadeira do homem, que não adoece, não envelhece e não morre, e, também passaram a transmiti-la a outras pessoas.

Este trabalho de amor cresceu e se tornou o Movimento de Iluminação da Humanidade.

Masaharu Taniguchi faleceu em Nagasaki, em 17 de junho de 1985.[2]

Principais ObrasEditar

A obra fundamental de Taniguchi é a coletânea A Verdade da Vida (生命の實相 Seimei no Jissō?). Vendeu 3 milhões de cópias nos primeiros 3 anos, e até hoje[quando?] vendeu 19 milhões de exemplares.

Outra obra importante é "O Livro dos Jovens" (青年の書 Seinen no Sho?), que vendeu pouco mais de 300 mil livros só no Brasil. No Japão, o livro foi publicado em 1949; a tradução brasileira só saiu em 1979.

Há ainda o poema Chuva de Néctar da Verdade (甘露の法雨 Kanro no Hōu?), apresentado como uma sutra sagrada [sic].

Referências

  1. Clarke, Peter B. (2000). Japanese New Religions. In Global Perspective (em inglês). Surrey, Reino Unido: Curzon. pp. 35, 48. ISBN 0-7007-1185-6 
  2. a b «Revista Seicho-No-Ie 'Pomba Branca'» (330). Janeiro de 2013 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma pessoa religiosa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.