Abrir menu principal
Mascezel
Nobre mauro
Reinado fl. século IV
Nascimento século IV
Morte 398
Pai Nubel
Religião Cristianismo

Mascezel, também designado como Mascizel ou Masceldelo (em latim: Masceldelus), foi líder mauro (berbere) do século IV, filho do rei Nubel, meio-irmão de Samaco e irmão de Gildão, Mazuca, Círia, Dio e o usurpador Firmo (r. 372–375), que tentou reclamar o trono de Valentiniano I (r. 364–375).[1] Aparece em 374, quando, ao lado de Dio, comandou os povos tindenses e masinissenses contra o mestre dos soldados Teodósio, o Velho, mas foi derrotado duas vezes.[2]

Mascezel é mencionado novamente em 397, no contexto da rebelião de seu irmão Gildão, quando o último tentou matá-lo e ele viu-se forçado a fugir para junto do ministro ocidental Estilicão na Itália; durante a fuga seus dois filhos ficaram para trás e foram mortos por seu tio. Em 398, retornou à África[2] no comando de 5 000 unidades legionárias com as quais conseguiu derrotar Gildão, que havia se revoltado contra o Império Romano do Ocidente.[3] Ao retornar para a Itália, foi morto por afogamento, possivelmente sob ordens de Estilicão.[2]

Referências

  1. Martindale 1971, p. 633; 566.
  2. a b c Martindale 1971, p. 566.
  3. Burns 1994, p. 159.

BibliografiaEditar

  • Burns, Thomas S. (1994). Barbarians Within the Gates of Rome: A Study of Roman Military Policy and the Barbarians, Ca. 375-425 A.D. (em inglês). Bloomington, Indiana: Indiana University Press. ISBN 0253312884 
  • Martindale, J. R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1971). The prosopography of the later Roman Empire - Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press