Matsu Uechi (Nago,11 de dezembro de 1903 –  São Paulo,10 de fevereiro de 2014) foi uma supercentenária nipo-brasileira.[1][2]

Matsu Uechi
Nome completo Matsu Uechi
Conhecido(a) por Supercantenária
Nascimento 11 de dezembro de 1903
Nago, Okinawa,  Japão
Morte 10 de fevereiro de 2014 (110 anos e 61 dias)
São Paulo, São Paulo,  Brasil
Nacionalidade japonesa
brasileira
Cônjuge Kankiti Uechi
Filho(a)(s) 7

Biografia editar

Matsu Uechi nasceu em 11 de dezembro de 1903 em Nago, na província de Okinawa, no Japão, cinco anos antes da Imigração japonesa no Brasil. Ela migrou para o Brasil em 1922. Em 1925, ela se casou com Kankiti Uechi. O casal teve sete filhos no total, dois dos quais morreram após o parto, enquanto moravam nas cidades de Álvares Machado e Catanduva. Seu marido morreu em 1952 aos 51 anos. Ela mudou-se para São Paulo em 1961.

Em seu centenário, foi homenageada pela Câmara de São Paulo e pelo prefeito de Okinawa, com o título de japonesa mais idosa do Brasil.

Uechi morreu em 10 de fevereiro de 2014 aos 110 anos e 61 dias em São Paulo, Brasil. Uechi foi sobrevivida por quatro filhos, 16 netos, 18 bisnetos e 1 trineto. No momento da sua morte, ela era a segunda pessoa viva mais velha do Brasil, depois de Álida Victoria Grubba Rudge.

Referências