Okinawa

província do Japão
 Nota: Para outros significados, veja Okinawa (desambiguação).

Okinawa (em japonês: 沖縄県; romaniz.:Okinawa-ken; em uchinaaguchi: Uchinā) ou Oquinaua[1] é a prefeitura mais a sul do Japão. Consiste em 169 ilhas que formam o arquipélago Ryukyu, numa cadeia de ilhas de 1000 km² de extensão, que se estendem, à sudoeste, de Kyushu até Taiwan, mesmo que suas ilhas mais a norte façam parte da prefeitura de Kagoshima. A capital de Okinawa, Naha, está localizada na parte meridional da maior e mais povoada ilha do arquipélago: a ilha de Okinawa. As disputadas ilhas Senkaku são, em teoria, administradas como parte dessa mesma prefeitura.

Japão Okinawa

沖縄県

Okinawa-ken

 
  Prefeitura  
transliterações em Japonês
 • Japonês 沖縄県
 • Rōmaji Okinawa-ken
transliterações em uchinaaguchi
 • uchinaaguchi 沖縄県(ウチナーチン)
 • Rōmaji Uchinaa-chin
Símbolos
Bandeira de Okinawa
Bandeira
Selo de Okinawa
Selo
Localização
Localização de Okinawa
Localização de Okinawa
País Japão
Região Kyushu
Ilha Okinawas, Daitō e Sakishima
Administração
Capital Naha
Governador Denny Tamaki
Características geográficas
Área total 227 130 km² km²
 • Área molhada  0,5%
População total (julho de 2017) 1 445 812 hab.
Densidade 622 hab./km²
Outras informações
Distritos 5
Municipalidades 41
Flor Eritrina verde-amarela (Erythrina variegata, "deego")
Árvore Pinheiro luchu ou pinheiro de okinawa ("ryūkyūmatsu")
Ave pica-pau-de-okinawa (Sapheopipo noguchii)
Peixe lixe-banana (Caesio diagramma, "takasago", "gurukun")
Sítio www.pref.okinawa.lg.jp

Antigamente, Okinawa fazia parte de um reino independente, o Reino de Ryukyu, decisivo para o desenvolvimento de uma cultura própria no desenrolar de uma história particular e significantemente diferente do resto do Japão.

História editar

Devido à sua posição estratégica — entre o Japão, China, Coreia, Indonésia e Polinésia — se tornou um importante entreposto comercial. Relatos antigos apontam comerciantes e representantes okinawanos nas cortes imperiais da China e do Japão.

Antes dividida em feudos, foi unificada por Sho Hashi, que tornou-se rei designando o castelo de Shuri como centro administrativo. Em 1609, uma expedição do clã Shimazu partiu de Satsuma,[desambiguação necessária] em Kyushu, e capturou o reino. Depois disso, os reis de Ryūkyū passaram a prestar tributo ao imperador japonês e porte de armas foi proibido entre seus cidadãos. Diz-se que o caratê, como arte marcial para autodefesa, nasceu nesta época, tendo Okinawa como seu berço.

Em 1879, o governo Meiji do Japão anunciou a anexação formal das ilhas, que já estava sob influência japonesa desde meados do século XVI. A China se opôs, e o ex-presidente dos Estados Unidos, Ulysses S. Grant foi chamado para intermediar. Ele decidiu favoravelmente ao Japão.

Historiadores afirmam que os habitantes originais de Okinawa eram predominantemente Jomon (etnia japonesa). Okinawa nos últimos séculos tinha uma cultura distinta (vestes folclóricas e danças folclóricas) que foi influenciada pela Dinastia chinesa e uma história significativamente diferenciada do resto do Japão. Havia um pequeno preconceito entre okinawanos e japoneses devido às diferenças culturais.

Depois da Segunda Guerra Mundial e da Batalha de Okinawa em 1945, Okinawa permaneceu sob a administração dos Estados Unidos por 27 anos. Durante esse período, os Estados Unidos estabeleceram lá várias bases militares. Em 15 de maio de 1972, Okinawa foi devolvido ao Japão. No entanto, os Estados Unidos ainda mantém uma grande presença militar em Okinawa e no resto do Japão, mas devido à sua posição estratégica entre a China, Coreia e Japão, a presença militar em Ryukyu ainda constitui um importante alicerce da política externa defensiva Japão-Estados Unidos.

As ilhas Senkaku são um grupo de ilhas desabitadas controladas atualmente pelo Japão (Okinawa), mas também disputadas pela República Popular da China e pela República da China (Taiwan). As disputadas ilhas Senkaku são, em teoria, administradas como parte da prefeitura de Okinawa.

Vários cantores populares japoneses e grupos musicais famosos são oriundos das Ryūkyū. Isto inclui (dentre outros), a banda Stereopony,a cantora Amuro Namie, os grupos Da Pump e Orange Range.

Geografia editar

 
Okinawa, posicionado no leste da China, no meio das ilhas Ryūkyū

Próximo aos Trópicos, tem clima temperado onde cultiva-se cana de açúcar, banana, abacaxi, batata doce, entre outros.

O Trópico de Câncer corta o arquipélago de Okinawa, por isso é uma região de clima subtropical, onde as temperaturas alcançam uma mínima de 10 °C e máximas que podem atingir os 40 °C.

Suas praias são muito procuradas pelos japoneses de outras regiões devido à beleza, ao clima e às diversas estâncias turísticas existentes.

Cidades editar

Distritos editar

Demografia editar

 
Cidade de Naha
Pirâmide etária em 2003
(em milhares)[2]
Idade População
0-4       84
5-9     85
10-14       87
15-19        94
20-24       91
25-29     97
30-34     99
35-39       87
40-44       91
45-49    96
50-54     100
55-59       64
60-64      65
65-69       66
70-74     53
75-79      37
80 +     55
 
Pirâmide etária por sexo em 2003
(em milhares)[2]
Homens Idade Mulheres
43     0-4     41
44      5-9     41
45       10-14      42
48   15-19      46
46      20-24       45
49    25-29   48
49    30-34    50
43     35-39      44
46      40-44       45
49    45-49       47
52    50-54   48
32    55-59    32
32    60-64     33
32    65-69     34
24     70-74   29
14     75-79      23
17     80 +    38

Em Março de 2012, um estudo estatístico revelou que mais de 450 pessoas em Okinawa eram maiores de 100 anos de idade, o que rendeu à localidade o título de local mais saudável do mundo.[1] Além disso, a esperança de vida para as mulheres era de 86 e 78 para os homens.[3][4]

A dieta de Okinawa é responsabilizada pela longevidade dos habitantes.[1] A cidade é classificada como uma das Zonas Azuis mundiais.[1]

Arquitetura editar

Okinawa possui diversos remanescentes de um tipo único de castelo ou fortaleza chamado Gusuku. Acredita-se que tais construções precedem os castelos japoneses.

 
Ruínas de um Gusuku

Enquanto a maioria das casas no Japão é feita com madeira e permite a livre circulação do ar para combater a umidade, as típicas casas modernas de Okinawa são feitas de cimento ou concreto com janelas vedadas, para proteger seus moradores dos tufões. Os telhados também são projetados para serem resistentes a fortes ventos, com telhas presas ao cimento e não simplesmente apoiadas nestes, como seria feito em qualquer outro lugar no Japão.

Muitos telhados também possuem uma estátua circular de um leão ou de um dragão, chamada shisa, que supostamente protege a casa do perigo. Os telhados são geralmente vermelhos, inspirados no estilo chinês.

Turismo editar

 
Praia de Yonaha Maehama, em Okinawa

Na sua culinária, diferente de outras regiões japonesas onde o peixe é ingrediente quase exclusivo, utiliza-se também a carne de porco e em ocasiões especiais a tradicional sopa de cabrito, o “hidjá no shirú”.

As ilhas Okinawa são conhecidas por “Havaí do Japão” devido às suas belas praias e pelo clima predominantemente quente.

O aeroporto principal das ilhas é Aeroporto de Naha, que possui voos para as ilhas principais do Japão, Coréia, Taiwan e China, além de receber aeronaves de outras ilhas do arquipélago.

Ver também editar

Referências

  1. a b c d Hildemar Santos (15 de agosto de 2017). «O que caracteriza as Zonas Azuis?». Notícias Adventistas 
  2. a b Japan Statistics Bureau (総務省 統計局)
  3. «Japan's Okinawa Island – The Healthiest Place on Earth» (em inglês). Odditycentral.com. 26 de Março de 2012. Consultado em 18 de Junho de 2017 
  4. «Okinawa Island is "The Healthiest Place on Earth"» (em inglês). Zazenlife.com. 26 de Março de 2012. Consultado em 18 de Junho de 2017 


 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Okinawa
    Este artigo é um esboço sobre Geografia da prefeitura de Okinawa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.