Matthias Zurbriggen

Matthias Zurbriggen (Saas-Fee, 15 de maio de 1856Genebra, 21 de junho de 1917) foi um alpinista e guia de alta montanha suíço que se dedicou a expedições extra-europeias.[1]

Matthias Zurbriggen
Nascimento 15 de maio de 1856
Saas-Fee
Morte 21 de julho de 1917 (61 anos)
Genebra
Cidadania Suíça
Ocupação guia de alta montanha
Causa da morte forca

BiografiaEditar

Ao princípio acompanha Émile Rey no Monte Rosa e no Matterhorn para fazer as suas armas como guia mas desde 1892 dedica-se à exploração e parte ao Karakoram em companhia de William Martin Conway e do outro guia Oscar Eckenstein.
Seguem-se; 1894 na Nova Zelândia e 1897 nos Andes com o objetivo do Aconcágua, cume que atinge em escalada solitária.

Em 1899, é escolhido pelo casal Bullock Workman para explorar o glaciar de Baltoro no Paquistão e tentar bater o recorde de altitude; em 1900 toma parte na expedição dos Montes Tian na Ásia Central e em 1902 acompanha Bullock-Workman no Himalaia.

A partir de 1902 é pouco procurado e cai no esquecimento, e sem trabalho dá-se ao alcoolismo, acabando por se suicidar em 1917.

AscensõesEditar

Referências

  1. «Matthias Zurbriggen». Biblioteca Nacional da Alemanha (em alemão). Consultado em 26 de novembro de 2019 
FontesEditar